Primeira colocada do Paulista, Macaca treina às 16 horas desta quarta e Ferron destaca: temos que aprimorar o que está bom e não esperar uma crise

PontePress/GuilhermeDorigatti        

De olho no confronto com o vice-líder Santos, com quem dividiu a primeira posição nas últimas rodadas, o elenco da Ponte Preta treina às 16 horas desta quarta no Estádio Moisés Lucarelli. O foco dos atletas alvinegros é na vitória e, já na reapresentação de ontem, o técnico Guto Ferreira fez resenha aos jogadores enfatizando a importância de não se perder a concentração, fazendo uma referência ao último jogo da Macaca, quando o time vencia por 3 a 1 e acabou vendo o Ituano empatar nos minutos finais da partida. Para o zagueiro Ferron, a conversa veio no momento exato.

“Muitas vezes um treinador acaba fazendo esse tipo de conversa com o grupo em um momento de crise, mas o que o Guto fez ontem foi excelente: tem que chamar a atenção também quando a gente está bem, somos líderes, justamente para não se acomodar. Temos muito campeonato pela frente, mas estamos no caminho certo, então a conversa foi para focar ainda mais, acertar alguns pontos que precisamos de ajustes”, pontua o defensor.

Ele relembra que o treinador elogiou o grupo nos 45 minutos de preleção, especificando que a equipe conseguiu cumprir suas metas com louvor nos jogos que antecederam o Carnaval e se manter entre os oito, mas enfatizou a necessidade de se manter atento e focado nas partidas que virão. “Não foi um sermão e sim uma conversa necessária para nos mantermos mesmo caminho, com a mesma pegada que vínhamos tendo”, diz.

Ferron acrescenta que o jogo deste domingo será extremamente complicado e que todo o elenco conta com o apoio da massa alvinegra nas arquibancadas do Majestoso. “Será um jogo difícil, contra um time técnico e altamente qualificado. E eles vêm de derrota, então vão querer os três pontos, assim como nós queremos. E é aí que nossa torcida, que vem fazendo a diferença nesse início de competição, pode nos ajudar mais uma vez: espero que tenhamos casa cheia, para os torcedores nos incentivarem a fazer grande jogo e sairmos com a vitória.”

O jogador fala ainda sobre o fato de a defesa alvinegra, a menos vazada do Paulistão até o momento, ter tomado três gols no último jogo. “Pensamos em termos de time, quem está atuando bem e não tomando gols não é só defesa, é o ataque, é o meio, todo mundo está marcando, assim como todos vencem quando a Ponte vence. Mas não criar uma pressão em torno de termos que ser os menos vazados, pois uma hora tomamos gols. O que precisamos é manter atenção o tempo todo e já no domingo atuarmos com precisão para neutralizarmos o ataque do Santos e vencermos em casa novamente”, finaliza.

Melhores Momentos – Ponte Preta 3×3 Ituano

Com presença de Washington, Macaca vence o líder por 2 a 1

Classificada, Ponte vence o último jogo da 1º fase, fica em 5º e pega o Santos nas quartas de final.


Na tarde desse domingo, 17, a Ponte Preta venceu o Palmeiras de virada no Majestoso pelo placar de 2 a 1. Os gols da partida foram marcados por Max Santos, pelo Palmeiras e Márcio Diogo e Renatinho pela Ponte. Com o resultado a Macaca terminou a primeira fase do Campeonato Paulista na 5º colocação com 32 pontos. E vai pegar o Santos pelas quartas de final da competição.

Antes da bola rolar o atacante Washington entrou em campo com a camisa e a bandeira da Ponte, o ex-atleta foi até o alambrado rever a torcida e foi ovacionado pelos quase 10 mil torcedores presentes. Washington deu o pontapé inicial na partida.
Agora, a Macaca vai disputar a primeira partida da segunda fase do Campeonato Paulista em Santos, no estádio da Vila Belmiro, contra a equipe praiana. A data e o horário da partida serão definidos nesta segunda-feira, 18, no conselho técnico da Federação Paulista de Futebol. Vale lembrar, que as quartas de final serão disputadas em jogo único, quem ganhar passa para a semifinal, em caso de empate ao final dos 90 minutos, a decisão do classificado será na disputa de pênaltis.
O Jogo
Após o pontapé inicial dado por Washington, a Ponte  chegou ao ataque primeiro, aos 10 minutos Tiago Luis recebeu na entrada da área e chutou forte, mas a bola saiu por cima do gol adversário. Aos 21 minutos o Palmeiras atacou com Max Santos, ele chutou com efeito e a bola passou pelo goleiro Bruno. 1 a 0 par o Palmeiras.
Os atletas pontepretanos não se intimidaram com o placar adverso e foram para cima do Palmeiras, em busca do empate. Aos 24 minutos Márcio Diogo recebeu dentro da área e deu um belo chute forte, sem chances para Deola. Gol da Ponte, 1 a 1 no placar.
A Ponte continuou pressionando, aos 37, Márcio Diogo recebeu na entrada da área e chutou forte, a bola passou raspando a trave direita do goleiro adversário. A Macaca continuou atacando, mas sem outros lances de perigo. Depois de 1 minuto de acréscimo o primeiro tempo foi encerrado.
Durante o intervalo, Washington voltou ao centro do gramado. Ele recebeu uma placa de cidadão pontepretano das mãos do presidente Sergio Carnielli. Washington agradeceu ao carinho da torcida, disse ter ótimas lembranças de quando jogava pela Ponte Preta e declarou estar honrado em receber o título de cidadão pontepretano. Ele ainda recebeu presentes entregues pelos torcedores Camisa 10 sorteados e posou para fotos ao lado do presidente Sergio Carnielli e do mascote da Macaca. Washington foi novamente ao alambrado ser ovacionado por todos os torcedores antes de descer para os vestiários do Majestoso.
A Ponte voltou com vontade de virar o jogo. Logo aos 2 minutos Renatinho recebeu dentro da área, girou e chutou para o gol, mas a bola parou nas mãos do goleiro Deola do Palmeiras. Aos 10 minutos a Ponte quase marcou. Márcio Diogo recebeu dentro da área e emendou um belo chute, a bola explodiu na trave e atravessou o gol, antes de sair pela linha de fundo.
Aos 14 minutos Lucas pegou o rebote na intermediária e chutou direto para o gol, mas Deola fez uma bela defesa. Aos 28, o técnico Gilson Kleina promoveu a primeira alteração na Ponte Preta, Márcio Diogo saiu para dar lugar à Charles. Aos 30 minutos a Ponte cobrou escanteio da direita, a zaga do Palmeiras afastou de cabeça, Renatinho pegou o rebote fora da área, dominou e mandou uma bomba de perna esquerda, a bola fez uma curva, que tirou as chances de Deola e foi parar no fundo da rede. Virada da Macaca, 2 a 1 no placar.

Aos 35, a Ponte Preta fez sua segunda substituição, Renan entrou no lugar de Lucas. Aos 39 minutos Gilson Kelina fez a última mudança na equipe, Matheus entrou no lugar de Renatinho. Aos 41 minutos a Ponte cobrou escanteio da direita, Ferron subiu mais alto e cabeceou, mas a bola ficou com a zaga adversária. A partir daí a Macaca tocou a bola e segurou o resultado. Após 4 minutos de acréscimo o árbitro apitou o fim de jogo. 2 a 1 para a Ponte Preta.

%d blogueiros gostam disto: