Methodus: Dilma (40,8%) e Tarso (42,5%) ampliam vantagem no Rio Grande do Sul

do Brasília Confidencial

    Com 42,5% das intenções de voto, Tarso Genro, do PT, permanece liderando a disputa pelo governo gaúcho, segundo pesquisa do instituto Methodus publicada ontem pelo jornal Correio do Povo, de Porto Alegre. O segundo colocado é José Fogaça, do PMDB, com 26,1%, seguido de perto por Yeda Crusius (PSDB) que obteve 17,8%. O petista avançou quase 5 pontos percentuais e Fogaça recuou 3, em relação à sondagem anterior do mesmo instituto, publicada em 16 de agosto.

    A vantagem de Tarso sobre Fogaça quase dobrou – de 8,9 para 16,4 pontos.

    Na avaliação para a Presidência da República, Dilma Roussef (PT) lidera com 40,8%, José Serra (PSDB) obtém 35,7% e Marina Silva (PV), 10,8%. Na comparação com a sondagem anterior do Methodus, Dilma avançou mais de 6 pontos percentuais, enquanto Serra recuou 10.

    De acordo com o Methodus, 70% do eleitorado gaúcho avalia como ótimo ou bom o Governo Lula.

Instituto Methodus: No RS, pesquisa mostra Paim (48,5%) e Rigotto (47,7%) empatados para o Senado.

Flavia Bemfica
Direto de Porto Alegre

Pesquisa do Instituto Methodus, encomendada pelo jornal Correio do Povo com as intenções de voto para o Senado no Rio Grande do Sul, e divulgada nesta terça-feira (17), mostra empate técnico entre o senador petista Paulo Paim, candidato à reeleição, e o peemedebista Germano Rigotto. Paim tem 48,5% e Rigotto 47,7%. Ana Amélia Lemos (PP) aparece com 39,4%. Os demais candidatos aparecem com índices totais inferiores a 5%. Brancos e nulos são 8,9% e, indecisos, 34,8%.

Os números dessa pesquisa são diferentes do levantamento feito pelo instituto Datafolha e divulgado ontem pela Rede Globo e Folha de S. Paulo. Segundo o Datafolha, o ex-governador Germano Rigotto (PMDB) aparece na liderança da disputa pelo Senado no Rio Grande do Sul, com 43% das intenções de voto. O petista Paulo Paim, candidato à reeleição, está em segundo lugar, com 35% da preferência dos eleitores, empatado numericamente com Ana Amélia (PP), que também tem 35% das intenções. A margem de erro é de três pontos percentuais.

Como serão dois senadores eleitos pelo Estado neste ano, a pesquisa do Instituto Methodus detalhou quanto do total é referente à primeira opção de voto e quanto à segunda. Do índice de Paim, 30,6% são referentes à primeira opção dos ouvidos e 18% ao segundo voto. Os índices de Rigotto são, respectivamente, 29,3% e 18,3%. Para Ana Amélia, 21% representam o primeiro voto e 18,5% o segundo.

A pesquisa também mediu a rejeição dos candidatos ao Senado. Rigotto tem 12,4% de rejeição, Paim 11,1% e Ana Amélia 7,3%. Já 47,2% dos entrevistados disseram não rejeitar nenhum candidato.

A pesquisa foi realizada entre os dias 11 e 13 de agosto, com dois mil entrevistados, e a margem de erro é de 2,2 pontos percentuais. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 23552/2010 e no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número 38580/2010.

Fonte: Portal Terra

%d blogueiros gostam disto: