São Francisco

Câmara dá posse ao vereador Nercio Sanga – PSB em razão da cassação do Tucano Horacio Nakano

Publicado em 15/09/2012 por murilopohl

Desde o dia 10 de agosto a Justiça Eleitoral determinou a cassação do mandato do ex-vereador Tucano Horácio Nakano de São Francisco por infidelidade partidária. As formalidades legais, prazos para publicação, notificação, etc. fizeram com que apenas na ultima quinta feira, dia 13 de setembro fosse dada posse ao então suplente e agora vereador…

Visão parcial do público presente a posse

A solenidade de posse foi uma das sessões camarárias com maior presença de público da atual legislatura. Mais de 30 candidatos à Vereador ligados à oposição ao atual governo municipal foram acompanhar a posse de mais um Vereador de oposição ao Grupo Demonotucano de São Francisco.

Candidatos da oposição compareceram em peso à posse

O Presidente da Camara Municipal cumpriu as formalidades legais e deu as boas vindas em nome do Poder Legislativo Municipal ao, agora Vereador, Nercio Sanga – PSB, para seu quarto mandato.

Presidente da Câmara Declara Aberta a Sessão

Após o Juramento protocolar o Vereador Socialista foi declarado empossado. Fez um breve discurso de agradecimento a todos e especialmente a sua familia que tambem se fez presente.

Na Sessão Plenária desta semana, o público pode sentir a ausência de uma única vereadora…

Vereadora Marlene Ausente de Nôvo

Marcada para hoje em São Francisco a posse do suplente do Vereador Horácio cassado por infidelidade

Publicado em 06/09/2012 por murilopohl

A informação oficiosa corre pelas ruas da cidade. Segundo as conversas o suplente do infiel seria Nercio Sanga e a posse se daria hoje, na Câmara Municipal de São Francisco – SP.

Pessoalmente estou como São Tomé, só acredito vendo. Não consigo acreditar que o Procurador Jurídico do cassado Vereador Horácio não tenha conseguido impetrar recurso com efeito suspensivo da sentença do TRE-SP perante o TSE.

Afinal, Horácio declarou, agora em 2012, perante a Justiça Eleitoral um patrimônio pessoal de mais de dois milhões de reais, cujo valor foi praticamente multiplicado por 3 nos ultimos 4 anos. Logo, é natural presumir-se que tenha bons advogados.

É esperar pra ver.

Informamos e indicamos o novo sítio na Internet, do PT de São Francisco, lançado ontem, cujo endereço para acesso é: >>>  http://ptsaofranciscosp.wordpress.com/

Prefeito Tiãozinho – DEMO, destaque entre os que mais enriqueceram no exercício do cargo em 4 anos

A notícia foi publicada hoje no Diário na Web tendo como fonte o bens declarados pelos próprios candidatos a Justiça Eleitoral.

Allan de Abreu

Casa de Edmur Pradela, de Bady, até o início da gestão; o imóvel onde ele mora hoje

Fotos: Hamilton Pavam

Nos últimos quatro anos, pelo menos 14 prefeitos da região de Rio Preto candidatos à reeleição mais do que dobraram seus patrimônios pessoais. Nesse período, trocaram casas humildes por imóveis imponentes, abriram empresas, dispensaram veículos velhos e adquiriram possantes máquinas zero quilômetro. No total, 32 prefeitos que buscam um novo mandato engordaram o patrimônio em R$ 16 milhões em quatro anos. Os dados constam da declaração patrimonial que todo candidato é obrigado a fornecer à Justiça Eleitoral. Muitos dos prefeitos candidatos a um novo mandato já eram ricos quando venceram as eleições de 2008, e desde então só aumentaram seu patrimônio já vasto.

Mas há casos que chamam a atenção. Em Bady Bassitt, o atual prefeito, Edmur Pradela (PMDB), declarou patrimônio de R$ 228,8 mil há quatro anos. Desde então, trocou uma casa humilde na rua Antonio Santana Branco, que pertencia à mulher dele, por uma residência imponente na rua Joaquim Moraes. Também adquiriu uma luxuosa caminhonete Tucson e dois lotes em condomínio fechado de Sales.

As novas aquisições fizeram seu patrimônio crescer 181%, para R$ 643,9 mil. Uma diferença de R$ 415 mil. O salário bruto de prefeito em Bady é de R$ 6 mil, o que, somado aos quatro anos de mandato, chega a R$ 288 mil. Edmur atribui a variação patrimonial à venda de um sítio de 24 hectares do seu avô por R$ 500 mil, e a trocas de veículos e imóveis. “Trabalho muito, faço meus negócios. Por isso tenho alguma coisa”, diz. Ele é dono da Borboleta Comércio de Veículos, em Bady, que, apesar de ter sido aberta em 2007, não consta de sua declaração de 2008. “Devo ter esquecido”, alega.

A maior variação foi do prefeito de Neves Paulista, Ilso Parochi (PSDB). Em 2008, quando eleito, declarou ter apenas uma motocicleta de R$ 4,5 mil. Agora, Parochi afirma ter uma caderneta de poupança de R$ 10 mil, um veículo de R$ 45 mil, financiado, e uma carteira de previdência privada de R$ 15 mil. Um total de R$ 70,1 mil, ou 1.457% a mais. “Era padre, então, logo que larguei o sacerdócio, há dez anos, tive de recomeçar do zero”, justifica. Antes de ser prefeito, Parochi lecionava filosofia na rede pública. O salário de prefeito em Neves é de R$ 5,5 mil, bruto. “A oposição usa essa diferença para me criticar. Mas a base de aumento é muito pequena.”

O prefeito de Olímpia, Geninho Zuliani (DEM), teve acréscimo de 224% nos seus bens. Se em 2008 ele declarou R$ 54 mil, incluindo computador, TV e videocassete, neste ano informou ter R$ 175,1 mil. Na atual gestão, ele abriu uma distribuidora de bebidas, uma empreiteira (que ele afirma existir só no papel) e um apartamento vizinho ao parque Termas dos Laranjais. “Esse crescimento é perfeitamente compatível com a minha renda. Está tudo devidamente declarado à Receita”, diz Geninho, que tinha uma empresa de locação de equipamentos antes de assumir a prefeitura.

Outros prefeitos engordaram suas contas bancárias nesses quatro anos de gestão. Herley Torres Rossi (PDT), prefeito de Paulo de Faria, tinha R$ 254,6 mil em bens em 2008. Agora, seu patrimônio declarado subiu 202%, para R$ 769,4 mil – diferença de R$ 514 mil. Somado, o salário bruto de prefeito de Paulo de Faria atinge R$ 432 mil. Rossi tem R$ 312 mil em duas cadernetas de poupança e R$ 141 mil em quatro contas correntes. Também adquiriu dois carros, em 2009. Ele justifica o crescimento pelas suas outras fontes de renda. “Sou agente fiscal aposentado, e tenho gado em confinamento”, afirma.

Divulgação
Com R$ 34 milhões, Izair diz que não é rico: “Sou remediado”

Em Buritama, um dos candidatos mais ricos do Estado

Dos 2 mil candidatos a prefeito no Estado de São Paulo, ele é o quarto mais rico. Izair dos Santos Teixeira (PPS), prefeito de Buritama que busca um novo mandato, declarou à Justiça Eleitoral bens avaliados em R$ 34 milhões. É pouco menos do que o Orçamento da prefeitura que ele administra – em 2011, Buritama teve receita de R$ 36,5 milhões. Teixeira coleciona 31 casas e terrenos, em Buritama, Rio Preto, Araçatuba e Campo Grande (MS), e 26 propriedades rurais, incluindo a fazenda Santa Cruz, em Vila Bela da Santíssima Trindade (MT), com 26 mil hectares.

Na fazenda, que conta com pista de pouso regulamentada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), estão 21,6 mil cabeças de gado e 368 cavalos. É mais do que a população inteira da cidade que Teixeira administra: Buritama tem 15 mil habitantes. Há ainda um avião Cessna que Izair usa para, uma vez por mês, ir à sua fazenda, lancha, jet ski e duas caminhonetes.

Apesar de tantas terras, o prefeito não se considera rico. “Sou remediado.” “Só sou rico em saúde, graças a Deus.” Mas a oposição não pensa assim. “Ele deixou de colocar o valor real dos bens dele. A indústria de cerâmica e a transportadora declarou por R$ 139 mil, mas aquilo vale mais de R$ 100 milhões”, diz Marcos Antonio Mendes (PTB), adversário na disputa. O Ministério Público investiga o caso: o promotor João Paulo Serra Dantas solicitou a declaração de Imposto de Renda de Teixeira para comparar com a relação entrega à Justiça Eleitoral.

Hamilton Pavam
Cerâmica que garantiu a fortuna de prefeito: um dos muitos bens

Fato é que, antes de assumir o atual mandato, Teixeira já era rico. Em julho de 2008, declarou ter R$ 1,5 milhão, mas três meses depois entregou uma retificação, apresentando nova lista com patrimônio de R$ 29,1 milhões. O crescimento patrimonial de R$ 4,9 milhões na atual gestão se deve à aquisição de mais quatro fazendas em Mato Grosso, que somam 3,6 mil hectares, segundo o administrador do bens do prefeito, Valdemar Ribeiro de Oliveira.

Teixeira nasceu em família humilde de Buritama. Até que, aos 24 anos, montou uma pequena cerâmica na periferia da cidade, a Santa Cruz. Com a empresa, fez fortuna, principalmente a partir do fim dos anos 70. Hoje, a indústria ocupa uma quadra inteira, e chega a exportar telhas para os países do Mercosul.

Mais rico do que ele na disputa deste ano em São Paulo, apenas três empresários: João Batista de Andrade (PSDB), candidato à Prefeitura de Pitangueiras, com patrimônio de R$ 60 milhões, José Pedro Toniello (PTB), que disputa a Prefeitura de Nova Independência, região de Presidente Prudente (R$ 56,6 milhões), e o também empresário Cunha Lima (PSC), candidato à Prefeitura de Praia Grande (R$ 40 milhões).

Rubens Cardia
Vilar perdeu 85% de seus bens

Há os que empobreceram

Vinte prefeitos candidatos à reeleição na região ficaram mais pobres nos últimos quatro anos. Alguns perderam tudo, caso do chefe do Executivo de Indiaporã, Fernando Cesar Humer (PSB). Em 2008, ele declarou ter uma Parati 1996, dois reboques e uma carroceria de caminhão. “Era tudo financiado. Não dei conta de pagar, e o banco tomou”, disse. O prefeito de Irapuã, Oswaldo Alfredo Pinto (PMDB), tinha um Gol 2004 avaliado em R$ 22,6 mil. Agora, não tem bens declarados.

Em Pindorama, a prefeita Maria Inês Bertino Myiada (PSDB), tinha um veículo Gol 2005 e uma casa no Centro da cidade, avaliados em R$ 201 mil. Agora, só declarou o carro. A casa, segundo ela, foi transferida para o nome da mãe. Até o Gol foi vendido recentemente. “Vou sair (da prefeitura) mais pobre do que entrei. Prefeita honesta é assim”, disse.

Luiz Vilar (DEM), que tenta a reeleição em Fernandópolis, teve seu patrimônio reduzido em 85%, de R$ 949 mil para R$ 142,3 mil. Odair Vazarin (PSD), de Guarani d’Oeste, deixou de ser milionário à frente da prefeitura. Em 2008, declarou ter R$ 1,1 milhão em bens. Agora, informou bens que somam R$ 300 mil. Procurados, não foram localizados na última semana.

Do nada

Dois prefeitos declararam não ter patrimônio em 2008, e agora exibem bens. É o caso da prefeita de Parisi, Gina Mara Pastreis (DEM), que informou, na declaração atual, ter R$ 322,5 mil em bens – uma casa de R$ 250 mil, uma moto de R$ 7,5 mil e um caminhão de R$ 65 mil. O salário bruto de prefeito na cidade é de R$ 5,8 mil, o que, em quatro anos, soma R$ 278,4 mil. “Recebi a casa de herança do meu pai”, diz Gina.

A notícia abaixo foi publicada hoje no portal r7…ficamos nos perguntando até quando São Francisco vai continuar não sendo beneficiada com recursos do Governo Federal por omissão de gestores públicos que não se mexem, que não apresentam projetos, não defendem os interesses da população.

Governo vai destinar R$ 11 milhões para hortas comunitárias

Dinheiro vai para 42 cidades mais vulneráveis. Excedente da produção será vendido

O MDS (Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome) destinará R$ 11,1 milhões para o cultivo de hortas comunitárias, beneficiamento de produtos e comercialização em 42 cidades em situação de vulnerabilidade social.

A seleção dos municípios ocorreu por meio de edital de Apoio a Projetos de Agricultura Urbana e Periurbana. Ao todo 107 projetos foram inscritos.

Destes 42 foram selecionados, 17 são do Nordeste, dez no Sul, oito do Sudeste, quatro no Centro-Oeste e três no Norte.

Os projetos contemplam a produção orgânica de hortaliças, ervas medicinais e aromáticas, plantas ornamentais, criação de pequenos animais e instalação de miniagroindústrias.

As plantações atenderão para o consumo das famílias produtoras, podendo abastecer cozinhas comunitárias e restaurantes populares.

A venda dos produtos ocorrerá quando houver excedente na produção e só poderá ser feita em feiras populares.

Etapa para Agosto – 7ª Etapa – Palmeira D’ Oeste

Em virtude de algumas mudanças tivemos que transferir a 7ª Etapa do Kart Club de Jales que seria realizada na cidade de Palmeira D’ Oeste para a cidade de SÃO FRANCISCO.

Pedimos desculpas pelo transtorno.
O Kart Club de Jales conta com a presença de todos.

Postado por

INFIDELIDADE: Vice Prefeito, Saulo Barreto é cassado por unânimidade pelo TRE – SP

Publicado em 20/08/2012 por murilopohl

Saulo Barreto foi cassado por infidelidade partidária. A história recente tem demonstrado que fidelidade não tem sido uma das características mais valorizadas pelos políticos locais. Quem ontem se agredia verbalmente hoje anda de mãos dadas. Hoje, ao menos, ainda que lentamente, a tímida evolução da legislação eleitoral começa à impor alguma ordem. Esperamos que a tão protelada reforma política acelere este processo.

Ainda no campo da evolução da legislação, permanecem dúvidas. Visto que o infiel  cidadão cassado em questão, Saulo Barreto, é agora candidato a vereador. Considerando que cabe recurso ao TSE. Considerando que uma vez apresentado o recurso são pequenas as chances de julgamento antes de 7 de outubro. Inúmeras dúvidas decorrem quanto às possíveis conseqüencias de uma eventual confirmação da sentença em Brasília.

Vejamos algumas dúvidas. Em se confirmando a sentença, alem da perda do mandato de vice, que termina em mais 4 meses, perderá tambem o cidadão em questão os direitos políticos por quanto tempo? A pena aplicada atingiria eventual mandado que o mesmo viesse a conquistar nas urnas agora? Em atingindo, os votos eventualmente obtidos agora, serão declarados nulos para efeito de calculo de cadeiras conquistadas pelo seu atual partido?

Por hora veja a notícia publicada no sitio do TRE- SP, que abaixo reproduzimos.

TRE-SP cassa 2 vice-prefeitos e 5 vereadores
do interior por infidelidade partidária

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) cassou ontem (16), por infidelidade partidária, o mandato de diversos parlamentares do interior (veja lista abaixo). Os juízes determinaram também a expedição de ofício às respectivas Câmaras Municipais para empossar os suplentes no prazo de 10 dias da publicação da decisão. A votação foi unânime.

São eles:

Vereadores
Vice-prefeitos
Júlio Gonçalves de Melo
DEM de Sandovalina
Marcos Antônio Silveira
DEM de Tarumã
Pedro Donizetti de Godoy
PSB de Tuiuti
Saulo Inácio Barreto
PMDB de São Francisco
Robson Donley
PSB de Borá
Ronaldo Rufato
PT de Iacanga
Solange Rodrigues de Araujo Ramos
PV de São Sebastião

A corte paulista entendeu, em todos os casos, que não houve grave discriminação pessoal ou desvio reiterado do programa partidário alegados pelos políticos cassados como justificativa para a desfiliação. As hipóteses previstas na Resolução TSE 22.610/07 elenca apenas quatro possibilidades para a mudança de partido: em caso de fusão ou incorporação por outro, se houver criação de nova agremiação, mudança substancial ou desvio do programa partidário, ou ainda se ocorrer grave discriminação pessoal do mandatário.

De cada decisão, cabe recurso ao TSE.

TRE-SP cassa o cargo do vereador Horácio Nakano PSDB, de São Francisco, por infidelidade partidária

Publicado em 20/08/2012 por murilopohl

 A notícia foi publicada no Sitio do Tribunal Regional Eleitoral TRE – SP. Como comentamos tambem na publicação anterior, fidelidade aos princípios partidários nao é moda entre boa parte dos políticos em São Francisco. E agora, estamos inseguros para poder informar quem é o suplente do Horácio, que segundo a decisão deveria sem empossado.

Tem sido tão comum a mudança de partidos na cidade, como se cada partido fosse apenas uma legenda de ocasião, que os possíveis  suplentes tambem mudaram em grande número… mas como ainda cabe recurso ao TSE (Brasília) isto é apenas um detalhe. Detalhe para o qual o eleitor poderá, ou não, estar atento.

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) decretou, na sessão de sexta-feira, 10 de agosto, a perda do mandato do vereador Horácio Yassuhide Nakano (PSDB), pela coligação “Igualdade, Fraternidade e Trabalho”, de São Francisco, região de Jales. Os juízes determinaram, também, a expedição de ofício à respectiva Câmara Municipal para empossar o suplente do vereador no prazo de 10 dias da publicação da decisão.

Com votação unânime no julgamento, a corte paulista entendeu que não houve justa causa para a desfiliação partidária do mandatário, conforme as hipóteses previstas na Resolução TSE nº 22.610/07.

A Resolução prevê apenas quatro possibilidades para a mudança de partido: em caso de fusão ou incorporação por outro, se houver criação de nova agremiação, mudança substancial ou desvio do programa partidário, ou ainda se ocorrer grave discriminação pessoal do mandatário.

De cada decisão, cabe recurso ao TSE. na sessão de sexta-feira, 10 de agosto, a perda do mandato do vereador Horácio Yassuhide Nakano (PSDB), pela coligação “Igualdade, Fraternidade e Trabalho”, de São Francisco, região de Jales. Os juízes determinaram, também, a expedição de ofício à respectiva Câmara Municipal para empossar o suplente do vereador no prazo de 10 dias da publicação da decisão.

Com votação unânime no julgamento, a corte paulista entendeu que não houve justa causa para a desfiliação partidária do mandatário, conforme as hipóteses previstas na Resolução TSE nº 22.610/07.

A Resolução prevê apenas quatro possibilidades para a mudança de partido: em caso de fusão ou incorporação por outro, se houver criação de nova agremiação, mudança substancial ou desvio do programa partidário, ou ainda se ocorrer grave discriminação pessoal do mandatário.

De cada decisão, cabe recurso ao TSE.

O IDEB permite ao eleitor uma avalição objetiva da educação na cidade e uma comparação com a região

Publicado em 16/08/2012 por murilopohl

O que é o Ideb

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) foi criado em 2007 para medir a qualidade de cada escola e de cada rede de ensino. O indicador é calculado com base no desempenho do estudante em avaliações do Inep e em taxas de aprovação. Assim, para que o Ideb de uma escola ou rede cresça é preciso que o aluno aprenda, não repita o ano e frequente a sala de aula.

Para que pais e responsáveis acompanhem o desempenho da escola de seus filhos, basta verificar o Ideb da instituição, que é apresentado numa escala de zero a dez. Da mesma forma, gestores acompanham o trabalho das secretarias municipais e estaduais pela melhoria da educação.

O índice é medido a cada dois anos e o objetivo é que o país, a partir do alcance das metas municipais e estaduais, tenha nota 6 em 2022 – correspondente à qualidade do ensino em países desenvolvidos.

 As dez mais do Estado de São Paulo

Entre as “top 10” escolas públicas de São Paulo de 1º a 4º anos, nenhuma está na capital do Estado mais rico do país, governada pela coalizão Demonotucanalha. O mesmo acontece com a etapa de 5º a 9º anos.

O ranking foi elaborado com base nas notas do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) 2011, divulgado pelo MEC (Ministério da Educação) nesta terça (14).

Melhores escolas públicas do Estado de SP de 1º a 4º anos

MUNICÍPIO NOME DA ESCOLA REDE IDEB 2011
PRESIDENTE VENCESLAU LUCIO MARIANO PERO PROF EMEFEI Municipal 8,3
TAIACU WILSON ANTONIO GONCALVES EMEB Municipal 8,2
CAJURU APARECIDA ELIAS DRAIBE EMEB Municipal 8,1
CATANDUVA SANTOS AGUIAR PROF EMEF Municipal 7,9
JALES MARIA OLYMPIA BRAGA SOBRINHO PROFA EM Municipal 7,9
PIRACICABA JOAQUIM CARLOS ALEXANDRINO DE SOUZA EM Municipal 7,8
BARUERI DAGMAR RIBAS TRINDADE PROFESSORA ESC ENS FUND MEDIO E TEC Municipal 7,7
CAIUA CAIUA EMEF DE Municipal 7,7
CAMPINAS MALLET MARECHAL Estadual 7,6
INDAIATUBA OSORIO GERMANO E SILVA FILHO EMEB Municipal 7,6
NUPORANGA ANTONIO SILVA MELO UNIDADE II EMEB Municipal 7,6
SAO JOSE DO RIO PRETO ADHERBAL ABRAO DOS SANTOS PROF EM Municipal 7,6
SERTAOZINHO ANACLETO CRUZ PROF EMEF Municipal 7,6
TAMBAU PRIMO TESSARINI NETO VEREADOR EMEIF Municipal 7,6
  • Fonte: MEC/Inep

Melhores escolas públicas de 5º a 9º ano do Estado de SP

MUNICÍPIO NOME DA ESCOLA REDE IDEB 2011
BARUERI DAGMAR RIBAS TRINDADE PROFESSORA ESC ENS FUND MEDIO E TEC Municipal 6,6
DOIS CORREGOS OSCAR NOVAKOSKI EMEFEI Municipal 6,5
LIMEIRA ANTONIO PERCHES LORDELLO PROF Estadual 6,5
SAO JOSE DOS CAMPOS JOSE MARIOTTO FERREIRA MAJOR AVIADOR Estadual 6,5
SERTAOZINHO JOSE NEGRI PROF EMEF Municipal 6,4
ARARAS JULIO RIDOLFO PROF EMEF Municipal 6,3
CUBATAO USINA HENRY BORDEN UNIDADE MUNICIPAL DE ENSINO Municipal 6,3
JAGUARIUNA ADONE BONETTI PREFEITO EM Municipal 6,3
SAO JOSE DOS CAMPOS WALDEMAR RAMOS PROF EMEF Municipal 6,3
SAO JOSE DOS CAMPOS MERCEDES CARNEVALLI KLEIN PROFA EMEF Municipal 6,3
SERTAOZINHO ROBERTO ZANUTTO DESIDERIO PROF EMEF Municipal 6,3
  • Fonte: MEC/Inep

 A EM “Prof. Eljácia Moreira”, que havia conquistado nota 7,6 em 2009, caiu um pouquinho em 2011, ficando com nota 7,4. O mesmo aconteceu com a EM “Jacira de Carvalho e Silva”, que caiu de 6,1 em 2009, para 6,0 em 2011.

A Educação em São Francisco

Embora os Governistas Tucanos e do DEMO (a turma do 25) divulguem que a qualidade de ensino na cidade é a melhor da região, não é isto que revelam as notas da IDEB. Ficamos na dúvida se a afirmação é apenas mentirosa, ou se os reponsáveis pela Educação são apenas desinformados, ou ainda as duas coisas juntas.

No Ideb de 2011, agora divulgado, na avaliação da 4ª Série/5° ano o desenpenho despencou. Na avaliação anterior a nota obtida foi 6.9 e agora caiu para 6.0 quanto ao desempenho da 8ª série/9ºano, embora tenha melhorado em relação à avaliação anterior, passando de 5.o para 5.4, manteve-se ainda abaixo da meta mínima estabelecida que era de 5.6.

Clique aqui para consultar os resultados oficiais >>> Consulte seu Ideb

O Ministério da Educação oferece aos Estados e Municípios programas e recursos para uma educação de qualidade.  Se o prefeito não quer… então é outra coisa…
Saiba mais – http://umaboaescola.mec.gov.br

Ministério vai investigar escolas sem índice em 2011

São Paulo – Mais de 40% das escolas dos anos iniciais do ensino fundamental (de 1.ª à 4.ª série) que tiveram notas muito baixas no Ideb em 2009 ficaram sem notas em 2011. São escolas que não conseguiram ultrapassar a metade da média nacional de 2009, receberam investimentos extras, mas estão agora no escuro. O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse que a pasta vai investigar e as escolas podem ser punidas.

Ideb 2011

No ciclo 2 do fundamental (de 5.ª à 8.ª série), 33% das escolas com notas baixas em 2009 não tiveram índices em 2011. Segundo as regras oficiais, as únicas escolas que podem ficar sem Ideb são aquelas sem o mínimo de 50% de participação de alunos na Prova Brasil, avaliação que integra o Ideb. Mas isso vale para todas as escolas e não só para as que tiveram notas ruins.

O Ministério da Educação (MEC) tem um plano de investimentos para escolas com notas mais baixas, com índices inferiores a 3,8. Até 2009, mais de R$ 400 milhões haviam sido liberados para essas instituições. O MEC não informou quanto foi liberado para elas até 2011 nem quantas fazem parte do grupo.

Mercadante afirmou que a pasta vai apurar se houve desvios. “Se teve escola que recebeu apoio para estimular sua recuperação e a resposta foi não participar do Ideb, ela será punida”, disse o ministro. “Porque o Ideb não é para esconder.”

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

Veja quais são as melhores escolas públicas por UF

Brasil AC AL AP AM BA CE DF GO ES MA MT MS MG
PA PB PR PE PI RJ RN RS RO RR SC SP SE TO

Disque Denuncia Eleitoral

Publicado em 25/07/2012 por murilopohl

O que o Governo Federal faz por São Francisco – SP ?

Publicado em 09/07/2012 por murilopohl

Valor total liberado por órgão concedente

O gráfico abaixo apresenta os 11 órgãos concedentes com maior somatório de valores liberados dos convênios no município. Os demais órgãos são apresentados na coluna “Outros”. São considerados os convênios do Portal da Transparência do Governo Federal.

Valor total liberado por órgão concedente

Valor total liberado por órgão concedente Valor (R$)
MINISTERIO DA EDUCACAO 791.610,67
MINISTERIO DAS CIDADES 264.930,00
MINISTERIO DA SAUDE 205.923,82
MINIST. DA AGRICUL.,PECUARIA E ABASTECIMENTO 152.100,00
MINISTERIO DO TURISMO 141.813,75
MINISTERIO DO ESPORTE 110.000,00
MINISTERIO DO DESENV. SOCIAL E COMBATE A FOME 92.600,00
Outros 0,00

São Francisco (SP)
Número de convênios por órgão concedente

O gráfico abaixo apresenta os 11 órgãos concedentes com maior número de convênios no município. Os demais órgãos são apresentados na coluna “Outros”. São considerados os convênios do Portal da Transparência do Governo Federal.

Número de convênios por órgão concedente

Número de convênios por órgão concedente Quantidade
MINISTERIO DA SAUDE 7
MINISTERIO DA EDUCACAO 6
MINISTERIO DAS CIDADES 6
MINIST. DA AGRICUL.,PECUARIA E ABASTECIMENTO 4
MINISTERIO DO DESENV. SOCIAL E COMBATE A FOME 2
MINISTERIO DO TURISMO 2
MINISTERIO DO ESPORTE 1
Outros 0

O PT decidiu pela unidade da oposição à oligarquia DEMonoTUCANAlha de São Francisco. Desta vez todos os privatistas neoliberais se uniram em torno da reeleição do atual prefeito o Tiãozinho do DEMo.  Estão unidos PSDB,  DEM, com apoio do PMDB local o outras siglas de menor expressão. Em 2008 93% dos candidatos à Prefeito que disputaram reeleições em todo o Brasil foram reeleitos. A conjuntura determinou, no entendimento da militância PeTista, a reavaliação do projeto inicial de lançamento de candidatura própria.

TRAIDORES E VENDILHÕES FORAM DERROTADOS.

Em setembro de 2011 o DM – Diretório Municipal se reuniu e deliberou por afastar o Presidente, Donizete Trombini e instalar o processo de expulsão por infidelidade partidária. Nas eleições de 2008 ele comandou um grupo de militantes que traiu a candidatura própria do PT apoiando o candidato do PPS, Reinaldo.  A solidariede de um grupo do PT estadual o salvou da expulsão pela Comissão de Ética Estadual e ainda reuniu as condições da disputa o PED 2009 onde foi  eleito presidente com 1% de diferença para a então candidata da Esquerda Socialista, Verginia Rocha.

O traidor Donizete Tromboni contiunuou atuando da mesma forma, mesmo exercendo a Presidencia do PT. Foi necessária a autoconvocação do DM para a primeira reunião reunião acontecer em 2010. Na ocasião o Presidente informou que o PT iria lançar chapa camarão, sem candidato à Prefeito, liberando os candidatos à Vereador para firmar acordos com quem bem entendessem. Foi contrariado frontalmente pelos membros do DM e ficou claro que não teria apoio para seu projeto. Nunca mais ele participou de uma reunião do PT.

Tromboni firmou acôrdo informal com o Prefeito Municiapal, do DEMo, e passou a procurar pelos filiados que passaram a ser convidados para abandonar ao PT.  O projeto dele era formalizar a saída do PT no ultimo dia para a submissão de novos filiados à Justiça Eleitoral. Trabalhou para acabar com o PT, inviabilizar qualquer possibilidade do Partido dos Trabalhadores existir no processo eleitoral 2012.

Ao ser notificado de seu afastamento da Direção Municipal do Partido, Donizete Tomboni não se defendeu e antecipou seu pedido de saída do PT, desta forma foi expulso, mas saiu antes de ser notificado da expulsão.  Apesar de mais esta dificulde, em 48 horas dezenas de novos filiados foram inscritos o balanço em outubro foi de 14 desfiliações contra 20 novas filiações.

DEZEMBRO: ENCONTRO MUNICIPAL EXTRAORDINÁRIO.

A chapa única da EPS – Esquerda Popular Socialista – PT foi aclamada por unanimidade em processo que teve a participação de ampla maioria dos militantes PeTistas. A companheira Dª. Cida (Aparecida Chorro Esteves de Moura) foi eleita a primeira mulher a presidir o DM do PT de São Francisco, os suplentes foram empossados na titularidade do DM e a CEM foi recomposta.

Intenso trabalho de reconstrução resultou em dobrar o número de filiados em menos de 6 meses. São Francisco passou a ter atuação regional e pela primeira vez na história o Noroeste Paulista participou dos Encontros Sertoriais Estaduais. Militantes da região participaram de chapas estaduais e Dª Cida foi eleita para particiapar do Encontro Setorial Nacional das Mulheres do PT, representando as mulheres PeTistas do Estado de São Paulo em Brasília.

Dep. Fed. Paulo Teixeira PT – SP com a Presidenta do DM de São Francisco, Dª Cida e a candidata a Vereadora Verginia

O ENCONTRO MUNICIPAL DE 2012

Foram intensos os debates travados no encontro. Ao final a militância decidiu pela coligação com a oposição na eleição majoritária e lançamento de chapa própria do Partido dos Trabalhadores para Vereadores.

O dado novo criado pelo lançamento da candidatura unitária da oposição ao Projeto de continuidade Demonotucano é, que pela primeira vez, a eleição já começa polarizada.

Na convenção, do PT, foram lançad@s @s pré candidat@s:

Coligação Adm. Popular/São Francisco para todos

PSD – PTB -PSB – PP – PT

Mauricio PSD – Prefeito 55

Mauricio nº 55
Maricio Honório de Carvalho

Adão Bahiano (Adão Alves da Silva) PTB , Vice-Prefeito.

Adão Bahiano
(Adão Alves da Silva) PTB
Vice-Prefeito.

Para a Câmara Municipal de São Francisco concorrem @s pré candidat@s do PT – 13:

Dionísio levou ao Lider do PT sua preocupação em garantir, na prática, os Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes.

Dionisio Lino dos Santos 13.033

Vereador Dionísio do PT
Prefeito Mauricio 55
para Vereador vote PT, vote 13

Nair Soares Oliviera 13.000

Vereadora Nair do Biscoito PT 13000
com Muricio Prefeito 55
Para Vereador vote PT, vote 13

Nairço Mendes de Araújo 13.555

Vereador Nairço do PT 13555
com Mauricio Prefeito 55
para Vereador vote PT, vote 13

Vera Lucia Francisco da Silva 13.111

Vereadora Vera do Chocolate 13111
com Mauricio Prefeito 55
para Vereador vote PT, vote 13

Verginia Rocha Batista 13.123

Vereadora Verginia do PT 13123
com Mauricio Prefeito 55
para Vereador vote PT, vote 13

Na convenção, do PTB/PSD formaram a coligação ADMINSTRAÇÃO POPULAR  e foram lançad@s @s pré candidat@s:

Andreia da Padaria (Andreia Galter Ramos) nº55200

Andreia da Padaria (Andreia Galter Ramos) nº55200

Eder Trevisan (Eder Antonio Trevisan) nº 55333

Eder Trevisan
(Eder Antonio Trevisan)
nº 55333

Fabricio de Araujo (Fabricio de Araujo Silva) nº 55369

Fabricio de Araujo
(Fabricio de Araujo Silva)
nº 55369

Zé do Taliba (José da Silva) nº 55321

Zé do Taliba
(José da Silva)
nº 55321

Fi do Zé Queiroz (Lourival Queiroz) nº 55789

Fi do Zé Queiroz
(Lorival Queiroz)
nº 55789

Rogerio Pedreiro (Marcos Rogério da Silva) nº 55678

Rogerio Pedreiro (Marcos Rogério da Silva) nº 55678

Maria do Nelson Zanga (Maria Aparecida Cordeiro Cortez) nº 55777

Maria do Nelson Zanga
(Maria Aparecida Cordeiro Cortez)
nº 55777

Vera (Maria Vera Lucia Marlieri Geraldo dos Santos) nº 55266

Vera
(Maria Vera Lucia Marlieri Geraldo dos Santos)
nº 55266

Nelsinho da Ambulância (Nelson de Souza) nº 55555

Nelsinho da Ambulância
(Nelson de Souza)
nº 55555

Neuza Bonfim (Neuza Gonçalves Bonfim) nº 14100

Neuza Bonfim
(Neuza Gonçalves Bonfim)
nº 14100

Nivaldo Baiano (Nivaldo Rodrigues da Silva) nº 14000

Nivaldo Baiano
(Nivaldo Rodrigues da Silva)
nº 14000

Balaio (Odair José dos Santos Possa) nº 14123

Balaio
(Odair José dos Santos Possa)
nº 14123

Sandro Pintor (Sandro Carlos dos Santos) nº 55123

Sandro Pintor
(Sandro Carlos dos Santos)
nº 55123

Silvana Tupan (Silvana Tupan de Freitas) nº 55300

Silvana Tupan
(Silvana Tupan de Freitas)
nº 55300

Silvinho Mancusso (Silvio Candido Mancuso) nº 55400

Silvinho Mancusso
(Silvio Candido Mancuso)
nº 55400

Zilda Lucas (Zilda Silva Lucas) nº 55000

Zilda Lucas
(Zilda Silva Lucas)
nº 55000

Na convenção, do PP/PSB formaram a coligação SÃO FRANCISCO PARA TODOS e foram lançad@s @s pré candidat@s:

Marquinho do Tião Cruz (Antonio Marcos Vieira) n° 40123

Marquinho do Tião Cruz
(Antonio Marcos Vieira)
nº 40123

Diego Gonçalves (Diego Gonsalves Bonfim) nº 11789

Diego Gonçalves
(Diego Gonsalves Bonfim)
nº 11789

Neno Carrança (Edson Aparecido dos Santos) nº 11251

Neno Carrança
(Edson Aparecido dos Santos)
nº 11251

Evandro (Elvandro Matos dos Santos) nº 40000

Evandro
(Elvandro Matos dos Santos)
nº 40000

Giba (Gilberto Penariol) nº 11456

Giba
(Gilberto Penariol)
nº 11456

Pacheco Professor (Josué Moraes Pacheco) nº 40121

Pacheco Professor
(Josué Moraes Pacheco)
nº 40121

Lucila do Nelsinho (Lucila Maria Augusta dos Santos) nº 11797

Lucila do Nelsinho
(Lucila Maria Augusta dos Santos)
nº 11797

Maria do Zuza (Maria Ester de Souza) nº 40248

Maria do Zuza
(Maria Ester de Souza)
nº 40248

Maria do Tiririca (Maria Ivone Dias Santos) n º 40245

Maria do Tiririca
(Maria Ivone Dias Santos)
n º 40245

Marta Denisia (Marta Denisia Gouvea de Carvalho) nº 40100

Marta Denisia
(Marta Denisia Gouvea de Carvalho)
nº 40100

Renan da Esmeralda (Renan Vinicios de Mori Ponce) nº 11222

Renan da Esmeralda
(Renan Vinicios de Mori Ponce)
nº 11222

Fumão (Valdir Elias Macedo) nº 40456

Fumão
(Valdir Elias Macedo)
nº 40456

Vamos agora para formalização das pré candidaturas junto à Justiça Eleitoral…depois quem decide é o povo.

Em ano de eleições estado libera recursos para reforma do Centro comunitário

Publicado em 09/04/2012 por murilopohl |

Governo estadual firma convênios com prefeituras de São Francisco

O Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Regional, assina, nesta quarta feira,  convênio com  o municípios da região de Jales. O valor total dos convênios para essa região é de R$ 669.851,07 e os recursos serão destinados principalmente à melhoria da infraestrutura urbana.

Confira os municípios da região de Jales, que assinarão os convênios, seus respectivos objetos e valores: Aspásia R$ 120.000,00 para infraestrutura urbana em vias do município, Dolcinópolis R$ 250.000,00 para aquisição de retioescavadeira, Paranapuã R$ 50.000,00 para reforma do Velório Municipal, Paranapuã R$ 149.851,07 para infraestrutura urbana em vias do município e São Francisco R$ 100.000,00 para reforma e ampliação do Centro Comunitário.

Vamos acompanhar se esta “obra” será mais uma daquelas que precisará ser feita e depois refeita, como aconteceu no caso do velório e da rotatória no centro da cidade.

Encontro Estadual de Mulheres do PT/SP. DM São Francisco, EPS Noroeste Paulista presente.

Publicado em 02/04/2012 por murilopohl

Parte da delegação de São Francisco na sede do Partido dos Trabalhadores pouco antes do embarque.

Saindo de São Francisco as 23:30h do dia 29 a delegação chegou na UNINOVE dia 30 às 7:00h da manhã. Foi muito tumultuado o processo de credenciamento na capital. Até os crachá acabaram e foi preciso aguardar a impressão de novo lote pois a organização aguardava 400 delegadas e compareceram mais de 800 mulheres de todo o Estado de São Paulo.

A chapa de que participaram as mulheres da Esquerda Popular Socialista, EPS – PT obteve 47% dos votos. Uma grande vitória para o PT pois garantimos que o Setorial continue sendo plural, sem controle de uma única corrente. Parabéns camaradas de luta!

Elegemos a companheira Érika Gomes para o coletivo Estadual e quatro delegadas do Estado de São Paulo para o Encontro Setorial Nacional. Entre elas, pela primeira vez na história uma representante de São Franciso.

Nossa camarada Dª Cida, que é membro do coletivo dirigente regional da EPS Noroeste Paulista, estará nos dias 5 e 6 de maio, participando do Encontro Setorial Nacional das Mulheres do PT, em Brasília.

Dª Cida Delegada Nacional, é a EPS Noroeste Paulista construindo o socialismo, contra o machismo e toda forma de opressão de gênero. Na LUTA pelo PT Socialista e de Massas.

Deu no Jornal de Jales ( ver original aqui). 27 fev 2012.

PIMENTA – O pecuarista João Antonio Padula, que tem empresa em Jales, mas  mantém seus vínculos comerciais e até residência em São Francisco, onde foi vereador,  não descarta a hipótese de disputar a prefeitura local mesmo sabendo que o atual prefeito Tiãozinho terá como vice o ex-prefeito Reinaldo dos Santos. Como o vereador Maurício, candidato da oposição, já fez acordo com o ex-prefeito Natanael Valera, com quem Padula é rompido, uma eventual composição ficou praticamente descartada. Nos seus tempos de vereador, ele infernizou a vida de Natanael, levando-a perder os direitos políticos. Por isso, Padula entende que uma terceira via é possível. Filiado ao PSDB, ele diz que separou até alguma estrutura ($$$) para, se for candidato, segurar a campanha

Eleições 2010

PT de São Francisco comemora vitória de Dilma, tambem no 2º turno

São Francisco – SP    Eleição Presidencial 2010    2ª Turno
Seção Eleitores aptos Faltosos Dilma Serra Brancos Nulos
24ª 377 70 162 116 14 16
25ª 369 81 149 123 9 5
26ª 378 71 154 128 9 16
27ª 367 73 132 141 13 8
34ª 358 72 141 126 12 7
45ª 345 95 116 130 2 2
53ª 114 25 40 43 6 0
totais 2308 487 894 807 65 54

História do Município

No dia 3 de maio de 1958 foi fundado o patrimônio de São Francisco, pelo senhor Euphly Jalles, cujo nome foi dado em homenagem a seu pai Francisco Jalles.O patrimônio fora planejado com o intuito de ser cidade. O dia 3 de maio fora escolhido por ser o dia de santa cruz, cuja manhã foi chuvosa, obrigando o padre a rezar a missa campal sob um guarda-chuva.

Ali compareceram alguns moradores que haviam adquirido lotes e construído suas casas por intermédio do Senhor José Pinheiro Neto, o primeiro habitante que tinha a função de administrar o patrimônio e vender os lotes, o qual também exercia a função de prático em farmácia, sendo a sua farmácia a primeira de São Francisco.Assistiram a missa e presenciaram o ato de fundação os senhores: Antonio Galoni, Juvenal, Manoel Rocha da Silva, Aloísio Rocha da Silva, e muitos outros. nesta data levantou-se o cruzeiro. Ainda neste dia foi lavrada a ata de fundação.

O local onde se realizou a missa estava destinado à futura capela. falou na ocasião Euphly Jalles, esclarecendo os objetivos da fundação e enaltecendo o trabalho até então realizado. frisou que na periferia do patrimônio haveria o loteamento de pequenas propriedades rurais, não devendo ultrapassar a dois alqueires.No ano de 1959 o patrimônio de são francisco foi elevado à categoria de distrito, pertencente ao município de Jales.

Fonte: Prefeitura Municipal de São Francisco – SP

São Francisco (São Paulo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Município de São Francisco
“A cidade criança”
Entrada da Cidade de São Francisco - SP

Entrada da Cidade de São Francisco – SP

Bandeira desconhecida
Brasão de São Francisco
Bandeira desconhecida Brasão
Hino
Fundação 3 de maio de 1958 (53 anos)
Gentílico são-francisquense
Prefeito(a) Sebastião de Oliveira Baptista (DEM)
(20092012)
Localização
Localização de São Francisco

Localização em São Paulo

São Francisco (São Paulo) está localizado em: Brasil

Localização no Brasil

20° 21′ 32″ S 50° 41′ 49″ O
Unidade federativa  São Paulo
Mesorregião São José do Rio Preto IBGE/2008[1]
Microrregião Jales IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Urânia, Dirce Reis, Jales, Palmeira D’Oeste
Distância até a capital 608 km
Características geográficas
Área 75,6 km² [2]
População 2 793 hab. Censo IBGE/2010[2]
Densidade 36,94 hab./km²
Altitude 402 m
Clima tropical aw
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH 0,758 médio PNUD/2000[3]
PIB R$ 26 443 mil IBGE/2009[4]
PIB per capita R$ 9 137,01 IBGE/2009[4]

São Francisco é um município brasileiro do estado de São Paulo. Localiza-se a uma latitude 20º21’33” sul e a uma longitude 50º41’48” oeste, estando a uma altitude de 402 metros. A cidade tem uma população de 2.793 habitantes (IBGE/2010) e área de 75,6 km².[2] São Francisco pertence à Microrregião de Jales.

História

No dia 3 de maio de 1958 foi fundado o patrimônio de São Francisco, pelo senhor Euphly Jalles, cujo nome foi dado em homenagem a seu pai Francisco Jalles.

O patrimônio fora planejado com o intuito de ser cidade. O dia 3 de maio fora escolhido por ser o dia de santa cruz, cuja manhã foi chuvosa, obrigando o padre a rezar a missa campal sob um guarda-chuva.

Ali compareceram alguns moradores que haviam adquirido lotes e construído suas casas por intermédio do Senhor José Pinheiro Neto, o primeiro habitante que tinha a função de administrar o patrimônio e vender os lotes, o qual também exercia a função de prático em farmácia, sendo a sua farmácia a primeira de São Francisco.

Assistiram a missa e presenciaram o ato de fundação os senhores: Antônio Galoni, Juvenal Câmara, Manoel Rocha da Silva, Aloísio Rocha da Silva, Alfredo Buzzo e muitos outros. nesta data levantou-se o cruzeiro. Ainda neste dia foi lavrada a ata de fundação.

O local onde se realizou a missa estava destinado à futura capela. falou na ocasião Euphly Jalles, esclarecendo os objetivos da fundação e enaltecendo o trabalho até então realizado. frisou que na periferia do patrimônio haveria o loteamento de pequenas propriedades rurais, não devendo ultrapassar a dois alqueires.

No ano de 1959 o patrimônio de São Francisco foi elevado à categoria de distrito, pertencente ao município de Jales.

Pela lei estadual nº 8.092 de 28 de fevereiro de 1964, São Francisco foi elevado à categoria de município.

Existia no município de São Francisco o então distrito de Dirce Reis que em 9 de janeiro de 1990 obteve autonomia político-administrativa, tornando-se município.

 Geografia

 Hidrografia

  • Ribeirão dos Coqueiros

Clima

  • São Francisco possui um clima tropical semi-úmido com inverno seco e verão chuvoso, com precipitações médias em torno de 1362mm. As temperaturas médias mínimas e máximas atingem, respectivamente, 17°C e 33,5°C, com oscilações bruscas durante o ano.

Rodovias

População total: 2.793

  • Urbana: 2.167
  • Rural: 626
  • Homens: 1.400[5]
  • Mulheres: 1.393

Densidade demográfica (hab./km²): 36,94

Economia

  • A Agropecuária é a base da economia local. O Município conta com vários pequenos e médios produtores rurais, o cultivo de frutas cítricas (laranja e limão) e sementes para pastagem se destacam junto com a criação de bovinos e suínos para a indústria de alimentos e laticínios.

Vista Aérea da cidade de São Francisco – SP.

Administração

  • Prefeito: Sebastião de Oliveira Baptista (2009/2012)
  • Vice-prefeito: Saulo Inácio Barreto
  • Presidente da câmara: José Passarini (2011)
  • Vereadores (2009/2012):
  • Amilton Pereira de Araujo Junior
  • Horácio Yassuhide Nakano
  • José Yonezawa
  • Luiz Carlos de Jesus
  • Marlene Cardoso Novo
  • Maurício Honório de Carvalho
  • Nelson de Souza
  • Reginaldo Lopes de Almeida
  • Moacir Secafim (IN MEMORIAN)

Prefeitos anteriores

  • 1965 a 1968 – Edson Steluti
  • 1969 a 1972 – João José de Paula
  • 1973 a 1976 – José Nunes Pires
  • 1977 a 1982 – Oscar Antônio da Costa / Guilhermino de Souza Lima (Dirce Reis)
  • 1983 a 1988 – Reinaldo dos Santos
  • 1989 a 1992 – Guilhermino de Souza Lima (Dirce Reis)
  • 1993 a 1996 – Natanael Valera
  • 1997 a 2000 – José Carlos Sabadini
  • 2001 a 2004 – Natanael Valera
  • 2004 a 2008 – Natanael Valera
  • 2009 a 2012 – Sebastião de Oliveira Baptista

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. a b c d Censo Populacional 2010 – IBGE. IBGE.gov.br. Página visitada em 1 de setembro de 2011.
  3. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  4. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2005-2009. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 31 dez. 2011.
  5. SIDRA IBGE – Tabela 608 – População residente, por situação do domicílio e sexo. IBGE. Página visitada em 1 de setembro de 2011.

Atenção estudantes de São Francisco,

no período de 23 à 27 de janeiro estarão abertas as inscrições para o Programa de Concessão de Bolsas de Estudo na forma de auxilio financeiro.

O seu cadastro poderá ser realizado no CRAS, no Departamento de Desenvolvimento Social ou no Departamento de Educação.

Maiores informações pelos telefones: (17) – 36931268 ou 36931270.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: