Ságuas e Marcivânia deixam mandato e bancada passa a 86 deputados

Qua, 13 de Julho de 2011 15:57

saguas e marcivania_D1A Câmara deu posse nesta quarta-feira (13) aos deputados Nilson Leitão (PSDB-MT) e Janete Cabiperibe (PSB-AP). Com isso, deixaram o mandato, respectivamente, os deputados Ságuas Moraes (PT-MT) e Professora Marcivânia (PT-AP). Com isso, a bancada do PT na Câmara passou a contar com 86 deputados.

Decisão da Mesa Diretora da Câmara definiu que, “nos casos específicos de recontagem de votos decorrentes da decisão do Supremo Tribunal Federal a respeito da Lei Complementar 135/10 [Lei da Ficha Limpa], não cabe o rito do Ato da Mesa 37, de 2009, aplicando-se o previsto no Regimento Interno para a substituição de suplentes”.

Ou seja, no caso de recontagem de votos, a Mesa aplicará a regra usada para suplentes, que é a posse sumária, e não o rito utilizado em caso de perda de mandato. Quando há declaração de perda de mandato pela Justiça, a Mesa abre um processo, dando ao deputado que perde o cargo o direito de defesa. Esse processo não entra no mérito da ação que levou à perda do mandato, trata apenas de questões processuais, como a possibilidade de recurso, por exemplo.

A decisão da Câmara é extensiva aos demais casos decorrentes de recontagem de votos que a Justiça encaminhou à Câmara.

via @PTnaCamara

Ex-senadora Serys Slhessarenko (PT-MT) denuncia ameaça, @blogdoNoblat publica e é contestado por @BetoMafra.

Ontem acompanhamos o “desabafo” da ex-senadora no twitter, hoje publicado pelo Noblat. O respeitadíssimo blogueiro Beto Mafra, do http://www.bocadigital.net/ contesta a informação conforme pode ser visto na reprodução de seu TT hoje à tarde. Vamos acompanhar atentos… 

@BetoMafra
Beto Mafra
Mentira! Há quem fez solicitação mas depente de instâncias do partido. RT @BlogdoNoblat: …ameaçada de expulsão

Creio que não é “ameaça” mas uma disputa interna que vazou, né? RT @juanpessoa: RT @congemfoco: Ex-senadora Se… (cont) http://deck.ly/~SURMw

Ex-senadora do PT ameaçada de expulsão

Depois de 23 anos de militância, de três mandatos consecutivos de deputada estadual e um de senadora, Serys Slhessarenko (PT-MT) denunciou no seu twitter que está ameaçada de expulsão do partido.

Em maio do ano passado, Serys perdeu para o deputado Carlos Abicalil  o direito de ser candidata à reeleição. Na ocasião, em discurso no Senado, chamou o PT de partido “desleal”.

Abicali perdeu a eleição. Havia duas vagas de senador. Ele foi o terceiro mais votado. Como prêmio de consolação, no último dia 2 foi nomeado secretário de Educação Especial do Ministério da Educação.

Serys foi candidata a deputada federal. Perdeu. De “prêmio”, pode acabar expulsa.

– Não sei o que alegam para me expulsar – disse Serys ao blog há pouco.

Abicali controla o Diretório Regional do PT no Mato Grosso. Que ontem recebeu o pedido de expulsão de Serys.

O desabafo da ex-senadora postado no seu twitter:

* Olá amig@s, estou afastada porque tô muito enrolada com a mudança, colocando tudo em ordem, mas não poderia deixar de desabafar…

* Já não bastava terem me tirado o direito de ser candidata à reeleição, ter sido apunhalada pelas costas, terem me traído…

* Agora querem me expulsar do partido que ajudei a construir, que ajudei a tornar um partido importante e respeitado em [Mato Grosso].

* O PT é o meu partido, é a minha história.

* Estou chocada… O PT é destruído, encolhe, por uma direção ditatorial e despótica e eu que sou a infiel. O interesse partidário é abandonado.

* Nunca usei, nem usarei o partido para satisfazer interesses pessoais… O Partido é maior, é o PARTIDO DOS TRABALHADORES…. Alguns esquecem.

* Estou decepcionada… Desculpem o desabafo, mas ver um grupelho, uma facção querendo tomar o partido à força, não dá. PT é democrático.

* Só me contaram do processo, não sei quem assinou. Para falar a verdade não me interessa, são pessoas que reduzem o partido.

* O PT precisa sair desta situação. Em 1990, quando assumi como deputada, ser petista era ser um bicho esquisito, torciam o nariz para nós.

* Mas aguentei firme, lutei por estabelecer o partido, compor seus quadros, juntos com companheiros e companheiras que só pensavam no partido.

* Pensavam em tornar o partido em uma trincheira na batalha pela justiça social, em defesa dos trabalhadores, dos mais pobres, dos excluídos.

* É dolorido ver o partido sendo utilizado como trampolim, como um instrumento de prática da vaidade e do egocentrismo.

* Infelizmente já posso dizer que estou ficando acostumada com a atitude destes “companheiros e companheiras.

* Tenho orgulho da militância petista, da história petista, de termos conseguido nos tornar um partido forte.

* O PT é um partido honrado, com um programa sério e que chega aos 31 anos mais forte que nunca. Iinfelizmente alguns cresceram o olho.

* O que ocorre comigo não é partidário, é humano, é a busca do poder pelo poder, e isso não é partido que promove, é o próprio ser humano.

Cartilha do PT faz balanço das eleições 2010. Os números e avalições do PT em todo Brasil.

5 governadores, 88 deputados federais, 149 deputados estaduais e 14 senadores foram eleitos pelo PT em 2010.

Escrito em 22 de novembro de 2010, às 16:48

Esses números mostram a consolidação da força de um partido que, nascido a partir daqueles que eram até então esquecidos pelo poder público, hoje tem a plena capacidade de ajudar os mais pobres como nenhum outro, tal como vem fazendo nos últimos oito anos.

Para mostrar mais sobre os resultados concretos dessa atuação, a cartilha “O Brasil vai seguir mudando com Dilma” traz um balanço completo do desempenho do Partido dos Trabalhadores em todo o país nestas eleições. São 65 páginas repletas de imagens e gráficos que mostram por que nosso esforço sempre vale a pena diante do reconhecimento do povo brasileiro.

Vale a pena consultar a cartilha. Clique aqui para fazer o download. CADERNOeleicoes_2T_2010-11-19 

Fonte: www.pauloteixeira13.com.br

Eleições 2010 Governador – Resultado Final em cada Estado e Região, 1º e 2º Turnos

REGIÃO NORTE
ELEIÇÕES 2010 ACRE – GOVERNADOR    
clas nome (partido) votos %    
Eleito 170.202 50,51%    
  165.705 49,18%    
           
ELEIÇÕES 2010 AMAPÁ – GOVERNADOR
    1º TURNO 2º TURNO
clas nome (partido) votos % votos %
Eleito 95.328 28,68%
170.277
53,77%
  93.695 28,19%    
2º Turno 96.165 28,93%
146.383
46,23%
           
ELEIÇÕES 2010 AMAZONAS – GOVERNADOR    
clas nome (partido) votos %    
Eleito 943.955 63,87%    
  382.935 25,91%    
  138.281 9,36%    
           
ELEIÇÕES 2010 PARÁ – GOVERNADOR
    1º TURNO 2º TURNO
clas nome (partido) votos % votos %
Eleito 1.720.631 48,92%
1.860.799
55,74%
  380.331 10,81%    
2º Turno 1.267.981 36,05%
1.477.609
44,26%
           
ELEIÇÕES 2010 RONDONIA – GOVERNADOR
    1º TURNO 2º TURNO
clas nome (partido) votos % votos %
Eleito 291.765 43,99%
422.707
58,68%
  120.462 18,16%    
2º Turno 246.350 37,14%
297.674
41,32%
           
ELEIÇÕES 2010 RORAIMA – GOVERNADOR
    1º TURNO 2º TURNO
clas nome (partido) votos % votos %
Eleito 99.124 45,03%
107.466
50,41%
  14.063 6,39%    
2º Turno 104.804 47,62%
105.707
49,59%
           
ELEIÇÕES 2010 TOCANTINS – GOVERNADOR    
clas nome (partido) votos %    
Eleito Siqueira Campos (PSDB) 349.592 50,52%    
  Carlos Gaguim (PMDB) 342.429 49,48%    
           
REGIÃO NORDESTE
ELEIÇÕES 2010 ALAGOAS – GOVERNADOR
    1º TURNO 2º TURNO
clas nome (partido) votos % votos %
Eleito 534.962 39,58%
712.789
52,74%
  389.337 28,81%    
2º Turno 394.155 29,16%
638.762
47,26%
           
ELEIÇÕES 2010 BAHIA – GOVERNADOR    
clas nome (partido) votos %    
Reeleito Wagner (PT) 4.101.270 63,83%    
  Paulo Souto (DEM) 1.033.600 16,09%    
  Geddel Vieira Lima (PMDB) 1.000.038 15,56%    
  Bassuma (PV) 253.523 3,95%    
           
ELEIÇÕES 2010 CEARÁ – GOVERNADOR    
clas nome (partido) votos %    
Reeleito Cid Gomes (PSB) 2.436.940 61,27%    
  Marcos Cals (PSDB) 775.852 19,51%    
  Lucio Alcantara (PR) 654.035 16,44%    
           
ELEIÇÕES 2010 MARANHÃO – GOVERNADOR    
clas nome (partido) votos %    
Reeleita Roseana (PMDB) 1.459.792 50,08%    
  Flávio Dino (PC do B) 859.402 29,49%    
  Jackson Lago (PDT) 569.412 19,54%    
           
ELEIÇÕES 2010 PARAIBA – GOVERNADOR
    1º TURNO 2º TURNO
clas nome (partido) votos % votos %
Eleito 942.121 49,74%
1.079.164
53,70%
  12.471 0,66%    
2º Turno 933.754 49,30%
930.331
46,30%
           
ELEIÇÕES 2010 PERNAMBUCO – GOVERNADOR    
clas nome (partido) votos %    
Reeleito Eduardo Campos (PSB) 3.450.874 82,84%    
  Jarbas (PMDB) 585.724 14,06%    
           
ELEIÇÕES 2010 PIAUÍ – GOVERNADOR
    1º TURNO 2º TURNO
clas nome (partido) votos % votos %
Eleito 725.563 46,37%
921.313
58,93%
  337.028 21,54%    
2º Turno 470.660 30,08%
642.165
41,07%
           
ELEIÇÕES 2010 RIO GRANDE DO NORTE – GOVERNADOR    
clas nome (partido) votos %    
Eleita Rosalba Ciarlini (DEM) 813.813 52,46%    
  Ibere (PSB) 562.256 36,25%    
  Carlos Eduardo (PDT) 160.828 10,37%    
           
ELEIÇÕES 2010 SERGIPE – GOVERNADOR    
clas nome (partido) votos %    
Reeleito Deda (PT) 537.223 52,08%    
  João Alves (DEM) 466.219 45,19%    
           
REGIÃO CENTRO OESTE
ELEIÇÕES 2010 DISTRITO FEDERAL – GOVERNADOR
    1º TURNO 2º TURNO
clas nome (partido) votos % votos %
Eleito 676.394 48,41%
875.612
66,10%
  199.095 14,25%    
2º Turno 440.128 31,50%
449.110
33,90%
           
ELEIÇÕES 2010 GOIAS – GOVERNADOR
    1º TURNO 2º TURNO
clas nome (partido) votos % votos %
Eleito 1.400.227 46,33%
1.551.132
52,99%
  502.462 16,62%    
2º Turno 1.099.552 36,38%
1.376.188
47,01%
           
ELEIÇÕES 2010 MATO GROSSO – GOVERNADOR    
  Nome (partido) votos %    
Eleito Silval Barbosa (PMDB) 759.805 51,21%    
  Mauro Mendes (PSB) 472.475 31,85%    
  Wilson Santos (PSDB) 245.527 16,55%    
           
ELEIÇÕES 2010 M GROSSO DO SUL 1º TURNO – GOVERNADOR    
  Nome (partido) votos %    
Reeleito Andre Puccinelli (PMDB) 704.407 56%    
  Zeca do Pt (PT) 534.601 42,50%    
           
REGIÃO SUDESTE
ELEIÇÕES 2010 ESPIRITO SANTO – GOVERNADOR    
clas nome (partido) votos %    
Eleito Renato Casagrande (PSB) 1.502.070 82,30%    
  Luiz Paulo (PSDB) 282.910 15,50%    
           
ELEIÇÕES 2010 MINAS GERAIS – GOVERNADOR    
clas nome (partido) votos %    
Eleito Antonio Anastasia (PSDB) 6.275.520 62,72%    
  Helio Costa (PMDB) 3.419.622 34,18%    
  Zé Fernando Aparecido (PV) 234.125 2,34%    
 
 
       
ELEIÇÕES 2010 RIO DE JANEIRO – GOVERNADOR    
clas nome (partido) votos %    
Reeleito Sergio Cabral (PMDB) 5.217.972 66,08%    
  Gabeira (PV) 1.632.671 20,68%    
  Fernando Peregrino (PR) 853.220 10,81%    
           
ELEIÇÕES 2010 SÃO PAULO – GOVERNADOR    
clas nome (partido) votos %    
Eleito Geraldo Alckmin (PSDB) 11.519.314 50,63%    
  Aloizio Mercadante (PT) 8.016.866 35,23%    
  Celso Russomanno (PP) 1.233.897 5,42%    
  Skaf (PSB) 1.038.430 4,56%    
  Fabio Feldmann (PV) 940.379 4,13%    
           
REGIÃO SUL
ELEIÇÕES 2010 PARANÁ – GOVERNADOR    
clas nome (partido) votos %    
Eleito Beto Richa (PSDB) 3.039.774 52,44%    
  Osmar Dias (PDT) 2.645.341 45,63%    
           
ELEIÇÕES 2010 RIO GRANDE DO SUL – GOVERNADOR    
clas nome (partido) votos %    
Eleito Tarso Genro (PT) 3.416.460 54,35%    
  Fogaça (PMDB) 1.554.836 24,74%    
  Yeda Crusius (PSDB) 1.156.386 18,40%    
           
ELEIÇÕES 2010 SANTA CATARINA – GOVERNADOR    
clas nome (partido) votos %    
Eleito Raimundo Colombo (DEM) 1.815.304 52,72%    
  Angela Amin (PP) 857.698 24,91%    
  Ideli Salvatti (PT) 754.223 21,90%    

Eleições 2010 Resultado Mato Grosso – Os eleitos

ELEIÇÕES 2010 MATO GROSSO – PRESIDENTE DA REPÚBLICA
clas nome (partido) votos %
2º Turno 678.614 44,16%
2º Turno 659.771 42,94%
  184.339 12%
       
ELEIÇÕES 2010 MATO GROSSO – SENADORES
clas nome (partido) votos %
Eleito 1.073.039 37,08%
Eleito 708.440 24,48%
  533.280 18,43%
  345.094 11,92%
  101.766 3,52%
  97.803 3,38%
       
ELEIÇÕES 2010 MATO GROSSO – DEP. FEDERAIS
clas Nome Candidato (partido) votos %
1 145.460 10,22%
2 112.421 7,90%
3 101.907 7,16%
4 90.780 6,38%
5 88.654 6,23%
6 72.560 5,10%
7 70.958 4,99%
8 66.482 4,67%
       
ELEIÇÕES 2010 MATO GROSSO – GOVERNADOR
  Nome (partido) votos %
Eleito 759.805 51,21%
  472.475 31,85%
  245.527 16,55%
       
ELEIÇÕES 2010 MATO GROSSO – DEP. ESTADUAIS
clas nome (partido) votos %
1 93.594 6,13%
2 87.407 5,73%
3 51.552 3,38%
4 47.663 3,12%
5 32.270 2,11%
6 29.507 1,93%
7 28.407 1,86%
8 26.443 1,73%
9 26.431 1,73%
10 26.178 1,72%
11 26.156 1,71%
12 25.129 1,65%
13 24.638 1,61%
14 23.693 1,55%
15 23.551 1,54%
16 22.964 1,50%
17 22.825 1,50%
18 22.284 1,46%
19 20.094 1,32%
20 19.712 1,29%
21 18.696 1,23%
22 18.485 1,21%
23 16.695 1,09%
24 14.294 0,94%

.

MT – Ibope: Corrida ao governo: Barbosa (46%), Mauro (24%), Wilson (16%)

FÁTIMA LESSA – Agência Estado

Pesquisa do Ibope para o governo de Mato Grosso divulgada hoje pela TV Centro América, afiliada da Rede Globo no Estado, mostra o candidato Silval Barbosa (PMDB) com 46% das intenções de voto seguido por Mauro Mendes (PSB), em segundo, com 24% e Wilson Santos, com 16%. Os indecisos somam 11% e os que dizem que vão votar em branco ou nulo somam 2%.

Também foi divulgada hoje a sondagem para o Senado. Se as eleições fossem hoje, o candidato Blairo Maggi (PR) teria 67%, Carlos Abicalil (PT) 36%, Antero Paes de Barros (PSDB) 24% e Pedro Taques (PSB), 21%. Além disso, 14% citaram apenas o voto para um Senador.

Na pesquisa, 4% dos entrevistados disseram que vão anular o voto e 20% não sabem ou não quiseram opinar. A pesquisa registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) sob o número nº 37699/2010 ouviu 812 eleitores entre os dias 21 e 23 de setembro.

Ibope mostra Silval Barbosa com 41% no Mato Grosso

Reproduzimos baixo integralmente a matéria veiculada no Portal Terra. Observamos apenas que o texto não apresenta um equilíbrio, cuidado tecnico necessário.
Vejamos: os candidatos colocados em segundo terceiro e quanto  lugares na pesquisa têm 20%, 17% e 1%. Estes percentuais  somados totalizam 38%. Sem detalhar individualizando a margem de erro de 3%, uma conta simpres aponta que ainda é prematuro falar em vitória no primeiro turno.
Outro detalhe que é importante ressaltar é a grande mudança em relação a pequisa anterior onde os números indicavam a liderança de  Sinval seguido por Wilson e com Mauro em  terceiro. Tanto Sinval quanto Mauro cresceram enquanto Wilson práticamente ficou parado e com isso caiu para a terceira posição. Se houver segundo turno será entre PMDB e PSB.
Prudência necessária. Segue a matéria. 
Murilo Pohl
 
Sonia Fiori
Direto de Cuiabá

Se as eleições de Mato Grosso fossem hoje, o governador Silval Barbosa (PMDB), candidato à reeleição, venceria o pleito no primeiro turno. Pesquisa Ibope aponta sua liderança na corrida ao comando do Estado, com 41% das intenções de voto.

O adversário Mauro Mendes (PSB) soma 20% e o ex-prefeito de Cuiabá, Wilson Santos (PSDB), aparece com 17%. O candidato Marcos Magno (PSOL) contabiliza apenas 1%. Brancos e nulos somam 3% e indecisos 18%.

O estudo também confirmou a liderança na disputa ao Senado do ex-governador Blairo Maggi (PR), com 71% das intenções de voto. Carlos Abicalil (PT) soma 32%, Antero Paes de Barros (PSDB) 27% e Pedro Taques (PDT) 15%. Somam 6% votos nulos e não souberam responder ou não opinaram 25%. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. <

A pesquisa Ibope foi encomendada pela TV Centro América, afiliada da Rede Globo. Foram entrevistados 812 eleitores no período de 31 de agosto a 02 de setembro. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada com o número 31.711/2010 no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT).

%d blogueiros gostam disto: