EPS declara apoio a Rui Falcão para presidente do PT no PED 2013

LOGO EPS FINALISSIMA degradee

A Esquerda Popular e Socialista (EPS), tendência interna do Partido dos Trabalhadores, declara apoio à candidatura do companheiro Rui Falcão a presidente nacional do PT. A resolução foi aprovada em Seminário Nacional da tendência realizado neste sábado (06), na sede do Diretório Nacional do partido, pelos militantes representantes de 17 Estados brasileiros nos quais a EPS está organizada.

MESA DE ABERTURA SNEPS

A mesa de abertura contou com a participação ampla das diversas correntes internas do PT, bem como dos Movimentos Populares como a Consulta Popular, MST, CUT, UNEGRO, UNE, Aliança LGBT, e outros

O apoio ao candidato que irá disputar a presidência do partido no Processo de Eleição Direta (PED), a ser realizado em outubro, tem bases programáticas que busca a unidade do partido e o debate profundo sobre o projeto petista para continuar disputando a sociedade brasileira com objetivo de construir um país mais justo e igual.

Para o deputado federal pela Bahia, Valmir Assunção, o seminário espelhou a natureza da EPS com a participação de lideranças dos movimentos estudantil, negro, mulheres, LGBT, trabalhadores rurais, agricultura familiar, trabalhadores sem terra. “Neste seminário, a EPS tomou uma decisão madura e importante. O PED é um momento especial para o PT e para a EPS, que consolida o seu trabalho. Por isso iremos lançar uma chapa própria para disputar o Diretório, uma chapa aberta à participação de outras forças, num momento fundamental para a corrente se fortalecer no PT e na sociedade. O apoio ao Rui Falcão se dá pela importância de sua história e do trabalho que ele desenvolveu neste período. Precisamos ter cada vez mais unidade no interior do partido para continuar governando o Brasil, tendo a maior bancada de deputados e fazendo os debates sobre a democratização da comunicação, a reforma agrária e as reformas necessárias”, finalizou.

Angélica Fernandes, membro do Diretório Nacional do PT e da direção nacional da EPS, reforçou a importância da participação de lideranças de diversos movimentos sociais. “O seminário foi muito bom porque reuniu representantes dos movimentos sociais num momento importante de organização da EPS, de debate de temas da conjuntura, o que foi fundamental para nós construirmos as bases para a nossa plataforma política e programática. A resolução política de apoio ao companheiro Rui Falcão e a construção da chapa nacional própria para disputar o PED é a finalização de um esforço de consulta à militância da EPS”.

Segundo Mauro Rubem, deputado estadual de Goiás, “com este seminário a EPS demonstra claramente que veio para inovar na disputa dos rumos do PT, tendo chapa própria na disputa do PED, apoiando a candidatura de Rui Falcão e buscando relações transversais no PT para implementarmos as políticas mais avançadas, disputarmos os rumos do governo Dilma e incidirmos efetivamente na vida do partido.”

O PED (Processo de Eleição Direta) irá acontecer em outubro deste ano e irá eleger as novas direções nacional, estaduais e municipais do PT.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: