Em Diadema, Lula cita Carminha e pede para povo não trocar ‘certo por duvidoso’

DE SÃO PAULO

Durante carreata em Diadema (Grande São Paulo) neste domingo (21), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva citou a personagem Carminha, da novela “Avenida Brasil”, e pediu para o povo “não trocar o certo pelo duvidoso”.

O bordão faz parte da estratégia de campanha do prefeito Mário Reali (PT), que disputa a reeleição. Seu adversário, Lauro Michels (PV), é vereador de Diadema, mas não tem experiência administrativa.

Lula compara Serra a Jânio e Collor e diz que tucano ‘acha que povo é tonto’
Serra diz que PT faz jogo rasteiro

“Nós vimos o que aconteceu com a Carminha. Ela trocou o certo pelo duvidoso, e vocês viram o que deu nela”, disse Lula.

Na novela da Globo, Carminha, interpretada por Adriana Esteves, trocou a estabilidade da família de Tufão (Murilo Benício) pela vida de vigarista. No capítulo final, terminou no lixão e mostrou-se arrependida.

Comício de Mario Reali (PT) em Diadema

 Ver em tamanho maior »

Alessandro Shinoda/Folhapress

Anterior Próxima

O ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, participa de comício e carreata ao lado de João Garavelo  em apoio ao candidato do PT a reeileção como prefeito de Diadema, Mario Reali

“É importante que o povo não entre em uma aventura”, afirmou o ex-presidente. “Temos que votar em quem tem história. [Não podemos] Colocar [na prefeitura] alguém que nunca administrou nem a cozinha de casa.”

Lula também comparou Michels ao ex-presidente Fernando Collor, que derrotou o petista na eleição de 1989 e sofreu processo de impeachment dois anos após a posse.

“[Em 1989], o novo era Collor, e vocês sabem o que aconteceu neste país.” Hoje, Collor é senador (PTB-AL) da base aliada do governo Dilma Rousseff.

No sábado, em comício com Fernando Haddad, candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Lula já havia comparado Collor a José Serra (PSDB), que disputa o segundo turno com o petista.

Na eleição paulistana, a propaganda tucana ataca a falta de experiência de Haddad, que concorre pela primeira vez a um cargo eletivo.

Em Diadema, Lula disse mais de uma vez que “não ficaria feliz” se a população elegesse “alguém que não tem experiência”.

No primeiro turno, o petista Mário Reali teve 47% dos votos válidos, contra 42% de Lauro Michels. De acordo com as pesquisas eleitorais, o candidato do PV lidera as intenções de voto no segundo turno.

Anúncios

Uma resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: