Ricaços tentam salvar ACM Neto

A repórter Raquel Ulhôa, do jornal Valor Econômico, publicou ontem uma matéria que atesta o desespero do DEM – a sigla da direita oligárquica que perdeu 1.529 vereadores e 222 prefeitos nas eleições deste ano e que parece trilhar o caminho da extinção. Segundo ela, o presidente nacional do partido, senador Agripino Maia (RN), conversou nos últimos dias com 33 empresários de São Paulo em busca de ajuda financeira para as campanhas do segundo turno. ACM Neto, que disputa Salvador, é a prioridade dos demos.

“Apenas um deles negou, justificando que nestas eleições não contribuiria com nenhum partido. Dos demais, o dirigente recebeu dinheiro para distribuir às campanhas. Como contrapartida, alguns deles fizeram um pedido: que o DEM seja mais afirmativo na oposição ao governo petista e na defesa do ideário liberal. Agripino sentiu-se estimulado pelo interesse do setor produtivo em fortalecer o contraponto à hegemonia do PT no país”. A jornalista lembra que Agripino está “empenhado na tarefa de tentar evitar o desaparecimento do DEM”.

Neste esforço hercúleo, a batalha principal se dá nas eleições para a prefeitura de Salvador. “Ganhar a capital baiana, terceira maior cidade do país, significaria agregar 1,8 milhão de eleitores e dar ao Democratas uma vitrine administrativa. Se o deputado Antonio Carlos Magalhães Neto (DEM), o ACM Neto, for vitorioso e fizer boa gestão, pode garantir sobrevida ao partido, cuja sobrevivência está ameaçada pela perda de quadros e sucessivos escândalos que abateram lideranças expressivas”.

No primeiro turno, o DEM ganhou apenas em uma capital, Aracaju (SE). Para evitar o caminho do inferno, os demos dependem da vitória em Salvador e também de algumas alianças pragmáticas realizadas para o segundo turno, inclusive com o PSB de Eduardo Campos e Cid Gomes. “O Democratas tem uma postura ideológica clara, na defesa da livre iniciativa, na luta contra a carga de impostos e na defesa do setor primário. Nós trombamos com o PT em muita coisa. Com o PSB, não”, justifica Agripino Maia.

“Apesar de enfrentar a trinca petista formada pela presidente Dilma Rousseff, pelo ex-presidente Lula e pelo governador Jaques Wagner, todos em torno de Nelson Pelegrino (PT), ACM Neto terminou o primeiro turno com uma pequena vantagem sobre o petista… Se ganhar, pode dar sobrevida ao DEM. Uma derrota poderá ser a pá de cal na tentativa de manter o DEM vivo”, conclui a repórter do Valor. Como se observa, a eleição em Salvador tem dimensão nacional. E os ricaços, com o seu aguçado espírito de classe, já perceberam isto!

Postado por Miro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: