Votuporanga – Noroeste Paulista. CONTRASTES E CONTRADIÇÕES (via blog do lamparina)

Na sabatina de ontem na Clube FM, o atual prefeito e candidato à reeleição Marão Filho, ao se referir aos seus novos projetos de governo na área da segurança pública, fala da sua intenção de colocar em prática a Atividade Delegada. O nome é bonito, mas nada mais é do que a institucionalização do famoso “bico”, que a corporação sempre fez para complementar o salário insuficiente que recebe do patrão estatal estadual. O efetivo seria contratado então pela prefeitura para trabalhar nas 48 horas de folga, assim como já acontece com o efetivo do corpo de bombeiros, que já está a cargo do volante das ambulâncias do SAMU, apesar das muitas críticas da população por esta medida. Não quanto a qualidade do trabalho dos bombeiros, mas quanto à ocupação de novos postos de trabalho por trabalhadores em dupla jornada. Ou seja, enquanto pessoas não conseguem um único emprego, vagas estão sendo ocupadas por quem tem dois.

Gostaria de falar hoje disso, porque também recebi muitas críticas dessa institucionalização do bico no corpo de bombeiros, e certamente receberei mais ainda agora com essa demonstração de intenções do candidato Marão Filho em institucionalizar o bico também no efetivo da PM.

Não resta a menor dúvida de que seria uma solução para o problema da falta de segurança vigente na cidade, pois o efetivo da PM tem preparo para ação ostensiva e já está pronto, não necessitando de treinamento algum. São as outras conseqüências dessa ação que me chamam à atenção.

Para o governo do Estado seria ótima essa contratação da Atividade Delegada, pois assim ele poderá se tranqüilizar mais com os aumentos salariais que ele constantemente nega aos policiais militares, assim também como para outras categorias de servidores estaduais. Seria então uma complementação salarial institucionalizada e bem providencial.

Para a população seria uma perda de alguns preciosos postos de trabalho, que poderiam ser criados com a Guarda Municipal e, é este o ponto que a população reclama e se revolta.

Vivemos numa evolução constante na criação de postos de trabalho, mas ainda muito longe de uma realidade que atenda às necessidades da nossa população. Desprezar a criação de novos postos de trabalho para a população, em favor de “quebrar um galhinho” para o governador amigo que sonega aumentos constantes aos policiais, não parece ser o tiro mais acertado.

O Brasil é o país dos contrastes e das contradições. Estamos assistindo aí diariamente pelos telejornais as notícias da paralisação da classe dos caminhoneiros, que foram submetidos ao controle da jornada de trabalho por uma legislação que sequer consultou as necessidades e as conseqüências dessa intervenção junto à classe (mas, sobre essa insanidade falarei mais adiante).

Sabemos que a rotina policial é exaustiva e estressante, mas parece que o poder público está tentando fazer com a Polícia Militar exatamente o contrário do que fez com os caminhoneiros.

Os caminhoneiros, eu conheço bem os problemas da jornada excessiva e da falta de valorização, pois sou veterano da área. Recuso-me a acreditar que policiais militares aceitem de livre vontade este acúmulo de função em troca da equiparação salarial justa.

As categorias precisam lutar pela sua valorização. O que se propõe com essa Atividade Delegada é exatamente o contrário. Estão desvalorizando o profissional militar e nos colocando em risco nessa ação, pois o policial depende – como qualquer trabalhador -, do restabelecimento das suas forças e da sua capacidade de trabalho, através do justo e merecido descanso; para poder desempenhar bem suas funções. Policial tem família, vai ao banco, joga uma peladinha, vai ao médico, brinca com os filhos, passeia e faz tudo como os demais trabalhadores. Se a jornada de trabalho dos policiais militares poderia ser mais extensa, acredito que essa medida deveria ser institucionalizada pelo patrão estatal atual, o governo do Estado de São Paulo, acompanhado da devida valorização da classe. Não tem o menor cabimento essa medida que está sendo proposta.

Essa é a minha opinião. Qual é a sua???

VISITEM O BLOG DO LAMPARINA NO: http://robertolamparina.zip.net

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: