Ponte se reapresenta na manhã deste sábado: treinador e jogadores prometem trabalho duro para voltar a vencer

O texto abaixo foi publicado no sitio oficial da Ponte Preta, mais abaixo, publicado praticamente no mesmo horário está um texto publicado no sitio da gazeta desportiva.

Fica evidente que o noticiário está eivado de parcialidades. Que à maior torcida do interior do Estado de São Paulo precisa estar atenta quanto à qualidade da cobertura da mídia aos bastidores da macaca.

Veja por voce mesmo e conclua por si… tem algo de errado.

Após o empate em 2 a 2 com o Oeste ontem, a Ponte Preta se reapresentou na manhã deste sábado (18). Ainda na noite de sexta, o técnico Gilson Kleina e o lateral Guilherme falaram sobre a situação da equipe. O pensamento de todos no grupo é o mesmo: o time está devendo atuações com resultados melhores, mas o trabalho antes do próximo jogo será forte para reverter esse quadro.

Kleina analisou a apresentação da equipe. “Nós começamos bem e marcamos. Depois o Oeste marcou muito e tivemos dificuldades para penetrar no ferrolho da defesa deles. Infelizmente a equipe não está encaixando como deveria e o tempo para trabalhar é muito curto. Além disso, estamos perdendo muitos jogadores de um jogo para o outro por lesões ou cartões”, lamentou.

O comandante da Macaca acredita que o desempenho do time está abaixo do esperado, mas crê. “Quando os resultados não vêm a pressão da torcida faz parte. Até porque são três empates seguidos com gosto de derrota. Precisamos entrar com mais calma e confiança para segurar o jogo e garantir o resultado. O perfil da nossa equipe não é de cadenciar o jogo, mas vamos trabalhar e fazer o máximo para voltar a vencer”.

O lateral Guilherme reconheceu que a parte defensiva da equipe precisa melhorar, mas lembrou que a Ponte tem um dos melhores ataques da competição e que vai trabalhar firme para voltar a vencer.

“Nós estamos fazendo os gols, mas também estamos tomando muitos. Existem falhas na marcação e, quando há um erro, ele é de todos os 11 jogadores. A única forma de reverter esse quadro é ganhar os jogos, e vamos trabalhar firme para mudar”.

O elenco alvinegro terá o domingo de folga e volta a treinar na segunda-feira (20), visando ao embate com o Ituano.

Kleina critica torcida da Ponte após revés: “A Série A está fazendo mal”

Campinas (SP)

Antes apontado como unanimidade na Ponte Preta, o técnico Gilson Kleina acabou discutindo com um torcedor após o término da partida que decretou o empate por 2 a 2 entre a Macaca e o Oeste, na última sexta-feira, no Moisés Lucarelli. Revoltado com a postura que a torcida adotou após o acesso para a Série A, o comandante alvinegro disparou contra os adeptos e pediu uma mudança de comportamento nas próximas rodadas do Campeonato Paulista.

Segundo o treinador, o retorno da equipe para a elite do futebol nacional comprometeu o ambiente motivacional que era vivido pelo grupo na competição. Gilson Kleina acredita que os torcedores adotaram uma postura esnobe após o acesso e pregou pelo retorno do ambiente de paz e tranquilidade que caracterizou o time durante a campanha na Segunda Divisão do Brasileiro.

“Parece que a Série A está fazendo mal para algumas pessoas. O ambiente mudou. Antes as coisas eram mais objetivas. Tem gente que acha que vai ganhar tudo por estar na Série A. O que está acontecendo pode ser um sinal. Nós temos que pensar para frente e rápido”, afirmou o receoso técnico da Macaca.

“Essa é a hora de eu ter o apoio. Nós temos que fazer um clima melhor possível. Todo mundo tem que jogar junto. Eu sempre dei a cara para bater e não vou deixar as coisas escaparem. Se eu sentir que as cosias escaparam, serei o primeiro a procurar a diretoria. Claro que a gente fica preocupado. Estamos indo para o nono jogo e a equipe ainda não encaixou”, emendou logo em seguida.

Com 12 pontos ganhos no Paulistão, a Ponte Preta não vem repetindo as boas atuações da Série B e os seguidos tropeços diante de equipes do interior paulista vêm causando atrito entre o time e a própria torcida. Na próxima rodada, a equipe atuará novamente no Moisés Lucarelli e tentará espantar a crise diante do Ituano.

No entanto, Gilson Kleina terá um grande problema para escalar a equipe que defenderá a conquista de mais três pontos na competição. O meia Renato Cajá recebeu o terceiro cartão amarelo durante o duelo contra o Oeste e está fora do confronto diante da equipe de Itu, o que forçará a mudança do esquema tático da Macaca na próxima quarta-feira.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: