Campinas – SP – Encerrado depoimento do Prefeito Demétrio Vilagra à Câmara Municipal

 

Demétrio disse que Roseli era uma pessoa de difícil relação; prefeito diz que recebe 40 mil por mês

(Fotos: Câmara Municipal de Campinas)

O depoimento do prefeito de Campinas, Demétrio Vilagra (PT), aos integrantes da Comissão Processante (CP) instalada na Câmara para investigar sua suposta ligação com irregularidades em contratos públicos da Sanasa começou às 9h desta sexta (18). Durante o depoimento, Demétrio disse que recebe R$ 40 mil por mês. Este dinheiro é a soma de seu salário de prefeito, do salário de anistiado (que totaliza 1 milhão de reais e dividido sai em 15 mil por mês) e salário de presidente do Ceasa.

Demétrio disse que falou poucas vezes com Roseli Nassin Santos, ‘aliás ela era uma pessoa de difícil acesso’, afirmou o prefeito que também afirmou que ela não gostava de seu partido, o PT.

O vereador Valdir Terrazan (PSDB) leu um trecho de uma gravação em que Luís Castrillon de Aquino (ex-presidente da Sanasa) e pede para que o prefeito esclareça: ‘Eu estava com medo de você falar de nosso amigo ‘Demétrius’, pois aí este negócio pode pegar mal’. Demétrio então diz que Aquino fala de ‘Demétrius’ e não ‘Demétrio’ e que então pode não se tratar dele… Terrazan volta a perguntar sobre a gravação de Aquino. Em um trecho há a afirmação: ‘Vilagra não abre, se não ele dança!’ E pede explicações ao prefeito. ‘Não posso falar sobre o que estava na cabeça deles’, disse Demétrio. Terrazan lembra outro trecho da conversa: ‘Vamos rezar ao nosso amigo Demétrio não abrir o bico’, e pede para Demétrio dizer o que entende sobre isso.

Confira os principais momentos dos depoimentos a CP:

12h38 – Zimbaldi encerra o depoimento de Demétrio aos integrantes da CP.

12h34 – Rafa Zimbaldi diz que as audiências das testemunhas que faltaram serão do próximo dia 22, terça-feira, a partir das 9h, na Câmara Municipla. O advogado de Demétrio disse que na ocasião, as testemunhas que estão presentes hoje também voltarão. Zimbaldi disse que Demétrio também deve voltar neste dia.

11h30 – Terrazan disse que fica evidente que, o vice prefeitosabia dos esquemas de corrupção e não tomou atitude nas ocasiões em que assumiu o cargo de prefeito interino.

11h27 – Terrazam perguntou a Demétrio se quando ele assumia interinamente, (que aconteceu por seis períodos) quais foram as providências sobre os casos de corrupção que estavam ocorrendo. Demétrio disse que já respondeu e o vereador disse então que a pergunta ficou sem resposta.

11h26 – Segundo Demétrio, o conteúdo das gravações da conversa de Aquino não passam de boatos

12h26 – Depoimento de Demétrio à CP recomeça.

11h58 – Depoimento tem 15 minutos de intervalo.

11h57 – Terrazan pergunta se o prefeito mantém algum contato com as pessoas envolvidas nos escândalos e Demétrio responde que não.

11h53 – O vereador Zé do Gelo (PV) questionou sobre o concurso realizado pela Sanasa com a Lotus. Demétrio disse que funcionário que passar no concurso será contratado.

11h52 – Demétrio disse que a empresa Lotus será extinta assim que vença o contrato.

11h52 – Questionado, Demétrio disse que nunca recebeu nenhum tipo de ameaça.

11h50 – Terrazan pergunta se, na busca e apreensão do Ministério Público, houve algum objeto apreendido, se Demétrio não sentiu falta de alguma anotação ou agenda levada pelo MP. Demétrio disse que não.

11h48 – Terrazan questiona a aproximação de Demétrio com Aquino.

11h47 – Demétrio disse que jamais sucedeu Aquino em esquemas de corrupção.

11h47 – Terrazan perguntou como se deu a sucessão de Demétrio por Aquino.

11h46 – Demétrio: ‘É uma questão de hábito, sempre guardei dinheiro em casa’.

11h44 – Terrazan questiona sobre o ato de Demétrio de guardar dinheiro em casa. O que leva o sr. a guardar dinheiro em casa, ainda mais uma quantia como 60 mil reais.

11h42 – Zimbaldi lembra de visita de Demétrio à Sanasa e Demétrio, enquanto prefeito interino, disse que foi interceder por uma pessoa que havia sido demitida.

11h37 – Zimbaldi questiona se Demétrio acompanhava contratos da Sanasa.

11h33 – Zimbaldi pergunta se Demétrio acha que tem responsabilidade sobre os assuntos relacionados a Sanasa. Demétrio responde que sim.

11h31 – Demétrio diz que não conhece Cepera, após pergunta de Zimbaldi. Disse também que não sabe sobre empresa Lotus e asuntos relacionados a Cepera.

11h30 – Demétrio diz que esta é uma questão do Aquino.

11h29 – Terrazan lembra outro trecho da gravação de conversa de Aquino e Alfredo: ‘Vamos rezar ao nosso amigo Demétrio não abrir o bico’, e pede para Demétrio dizer o que entende sobre isso.

11h28 – ‘Não posso falar sobre o que estava na cabeça deles’, disse Demétrio.

11h26 – Terrazan volta a perguntar sobre a gravação de Aquino e Alfredo. Em um trecho há a afirmação: ‘Vilagra não abre, se não ele dança!’ E pede explicações ao prefeito.

11h23 – Zimbaldi quer saber sobre as discussões pautadas por ele quando Hélio viajava. Demétrio disse que acompanhava o andamento de obras do PAC 2 duas vezes por semana.

11h21 – Demétrio diz que Aquino fala de ‘Demétrius’ e não ‘Demétrio’ e que então pode não se tratar dele…

11h20 – Terrazan lê trecho de gravação com uma fala de Aquino e pede que o prefeito esclareça: ‘Eu estava com medo de você falar de nosso amigo ‘Demétrius’, pois aí este negócio pode pegar mal’.

11h17 – Demétrio diz que faz parte da rotina de prefeito interino assinar contratos.

11h14 – Terrazan lembra que a cidade conviveu com sete anos de desvios de dinheiro público. Lembra também que Demétrio assumiu como prefeito interino diversas vezes. Fala de um contrato de mais de 1 milhão de reais assinado por ele. Por que as providências sobre o caso Sanasa não foram tomadas.

11h10 Demétrio: ‘A Sanasa não me consultava para pedir aprovação em contratos enquanto estava no cargo temporário de prefeito’.

11h09 – Sebá Torres (PSB) pergunta se não caberia ao senhor quando estava no cargo de prefeito durante as ausências de Hélio, demitir pessoas envolvidas em corrupção. Demétrio diz que pela lei ele poderia fazê-lo, porém ele ficou por períodos curtos e não tomou tais medidas.

11h06 – Demétrio disse que proibiu novos contratos com empresas suspeitas relacionadas na Sanasa. ‘Pedi ao Pupo (Fernando Pupo, atual presidente da Sanasa) que me passe todos os novos contratos com a Sanasa’, explicou.

11h05 – Demétrio: ‘Eu sei de meu passado e vou provar que sou inocente’.

11h04 – Zimbaldi: ‘O sr. acredita que há mais envolvidos no processo de corrupção na Sanasa?’

11h03 – Demétrio: ‘Não’.

11h03 – Zimbaldi: ‘Em algum momento Roseli pediu para que o sr. tomasse o lugar de Aquino?’

11h02 – Demétrio disse que não sabe qual foi a justificativa da demissão de Aquino.

11h – Demétrio disse que só ficou sabendo sobre os esquemas corrupção na Sanasa através da imprensa.

10h58 – Aquino tinha uma amizade profunda com Hélio e pediu que Demétrio ajudasse que esta conversa acontecesse.

10h56 – Segundo Demétrio, Aquino disse ter sido um amigo fiel de Hélio, ajudou nas três campanhas e que estava chateado por estar afastado do governo. Aquino pediu para que Demétrio fizesse uma intervenção para poder se encontrar com Hélio.

10h54 – Hélio estava bravo com Aquino porque algumas pessoas estavam envolvidas na prefeitura.

10h54 – Porque ele disse que pedia isso para algumas pessoas não faziam isso e ele pediu a mim’, disse Demétrio.

10h52 – Zimbaldi pergunta se o Demétrio teve pouco contato com Aquino, porque ele pediu que o Demétrio intermediasse uma conversa com Hélio na academia de Aquino?

10h50 – Demétrio: ‘Não tenho este número. Meu imposto de renda está sendo refeito.’

10h49 – Terrazan: ‘Qual é o montande de multas que Demétrio deve?’

10h47 – Terrazan lembra que após o fato desta fita, os vereadores tomavam as providências que culminaram na cassação de Hélio.

10h46 – Demétrio: ‘Fiquei sabendo em uma reunião, foi um boato que não dei crédito’.

10h45 – Zimbaldi pergunta como Demétrio teve conhecimento desta informação.

10h44 – ‘Esta fita era um boato de campanha’.

10h43 – Terrazan pergunta se Demétrio sabia da existência de uma fita com gravações de conversas de empresários e Aquino, que circulou na prefeitura e tratava de pagamento de propinas na Sanasa.

10h42 – Demétrio afirmou que não conhecia Manduca (outro envolvido no Caso Sanasa).

10h41 – Demétrio disse que Roseli jamais fez qualquer proposta sobre ilegalidades a ele.

10h41 – Demétrio: ‘Poucas vezes falei com ela. Aliás ela era uma pessoa de difícil acesso’.

10h40 – Zimbaldi: ‘Em que momentos acontecia os encontros com a chefe de gabinete, Roseli Nassim Santos?’

10h38 – Demétrio disse que Roseli era uma pessoa de difícil relação, encontrou com ela poucas vezes; ela não gostava do PT.

10h36 – Demétrio: ‘Conheci Aquino na escola e tinha uma relação distante com ele. Com Aurélio tinha uma relação administrativa’.

10h34 – Zimbaldi pergunta quando que Demétrio conheceu Aquino e qual a relação com ex-diretor Aurélio Cance Júnior.

10h33 – Demétrio afirma que as questões de corrupção na Sanasa só foram conhecidas por ele com a delação premiada de Aquino. ‘Quando meu nome foi envolvido, pedi que Hélio me afastasse’, disse.

10h27 – Zimbaldi diz que o imposto de renda do prefeito também terá análise sigilosa da CP.

10h26 – Terrazan solicita que a CP solicite o recibo do Honda Civic.

10h26 – Demétrio afirmou que quem tem cargo político ou disputou eleição sempre tem uma ‘multinha’ para pagar.

10h24 – Demétrio disse que parte dos 60 mil encontrados em sua casa foi para pagar as multas eleitorais.

10h24 – Demétrio diz que paga uma multa eleitoral de 12 mil reais por mês.

10h23 – Demétrio: ‘Tenho custume de gardar dinehiro em casa desde o regime militar que nós não depositavamos em banco. Pago mulats eleitorais para pagar todo mês. Parte deste dinheiro é de uma venda de automóvel modelo Honda Civic, ano 2008. Pago as multas ou em dinheiro ou em cheque, que pode ser conferido em meu imposto de renda’.

10h22 – Zimbaldi:’ ‘Como o sr. os adquiriu?’

10h20 – Demétrio: ‘Os 60 mil reais são meus e tenho receita para justificá-los’.

10h19 – Zimbaldi: ‘O sr. pode esclarecer sobre os 60 mil reais encontrados em sua casa na época dos escândalos da Sanasa estourarem?’

10h15 – Demétrio: ‘Recebi um salário de anistiado de 1 milhão e 300 de reais, dividido mensalmente em 15 mil reais, mas o salário de presidente da Ceasa e o salário de prefeito totaliza em um salário de 40 mil reais por mês. Poderia ganhar muito mais mas abri mão’.

10h14 – Demétrio afirma que recebia somente o salário da Ceasa inclusive nas ocasiões em que assumiu como prefeito (na ausência de Hélio).

10h14 – Terrazan: ‘O sr. recebia salário de vice prefeito e de presidente da Ceasa?’

10h12 – Demétrio: ‘Eu chegava às 7h e quando havia tempo ia até a prefeitura, na parte da tarde’.

10h11 – Terrazan pergunta sobre a rotina diária de Demétrio como presidente da Ceasa.

10h09 – Terrazan disse que os contratos da Global são de antes de 2008, portanto é pertinente este tipo de questionamento.

10h07 – Advogado de Demétrio intervém: ‘estamos aqui a tratar de fatos sobre os contratos da Sanasa. As perguntas estão sendo feitas por Terrazan são de 2008, quando Demétrio nem era vice-prefeito ainda’.

10h06 – Demétrio: ‘Não tenho informação da quantidade de recursos pois era o vice-prefeito’

10h05 – Terrazan: ‘Qual a forma de doação que os empresários fizeram a campanha eleitoral?’

10h04 – Demétrio: ‘Eu não sabia’.

10h04 – Zimbaldi: ‘O sr. tem conhecimento de que a empresa Global tinha contrato coma prefeitura?’

10h03 – Demétrio: ‘Numa campanha política, não somos nós que fazemos as agendas. Fui até lá para buscar votos.’

10h02 – Zimbaldi: ‘Como o sr. conheceu estes empresários, como foi seu primeiro contato com eles?’

10h01 – Demétrio: ‘Eu era assessor do banco de alimentos do Ceasa’.

10h – Terrazan: ‘Qual era a participação do sr. no primeiro mandato do prefeito Hélio’.

9h59 – Demétrio reafirma que conheceu Alfredo Nunes em 2008, durante a campanha eleitoral.

9h58 – Terrazan fala de matéria publicada pela imprensa de que só conheceu Alfredo em 2009, e pergunta qual a data correta, 2008 ou 2009?

9h57 – Demétrio disse: ‘Depois começaram a dar bombons a minha secretaria (Elizabete), me convidaram para passear de scuna. Segundo Demétrio, quando começou esta relação mais ‘pegajosa’, ele se afastou. ‘O relacionamento foi pequeno’.

9h54 – Demétrio: ‘Conhecei Nunes em 2008, durante a eleição. Ele é cliente do Ceasa’.

9h53 – Terrazan: ‘ Percebam a intranquilidade após uma simples perugunta. O sr. conhece Alfredo Nunes?

9h52 – Demétrio: ‘Eu mesmo pedi meu afastamento da direção da Ceasa’.

9h51 – Demétrio disse que sugeriu a investigação ao então prefeito, Hélio de Oliveira Santos.

9h49 – Terrazan pergunta porque não determinou investigação sobre o envolvimento de pessoas do alto escalão da prefeitura no caso Sanasa, assim que o escândalo ‘estourou’.

9h47 – Demétrio: ‘É um cargo de espectativas’

9h46 – Rafa Zimbaldi pergunta qual a função de um vice-prefeito.

9h44 – Demétrio: ‘Moro em apartamento e recebo amigos lá’

9h44 – Terrazan pergunta: ‘O sr, mora em casa ou apartamento? E o sr. realizava reuniões lá?’

9h43 – Demétrio disse que assim que saiu da prisão foi ao encontro da mãe, que é idosa, para esclarecer o que estava acontecendo.

9h42 – Demétrio disse que ficou sabendo pela imprensa.

9h42 – ‘Por quem o sr. foi avisado sobre a operação que culminou em seu mandato de prisão enquanto estava em viagem à Espanha?’, perguntou Terrazan.

9h40 – Demétrio lembra que não estava foragido e sim fora de Campinas.

9h39 – ‘Em nenhum momento o prefeito tentou obstruir os trabalhos’, afirmou Demétrio.

9h35 – Terrazan pergunta se Demétrio tem medo de que algum fato possa contrariá-lo. Qual o receio de impedir o trabalho da Comissão Processante? – perguntou o vereador ao prefeito. Segundo o vereador, o prefeito tem tentado embargar o trabalho da Comissão Processante.

9h34 – Demétrio diz que na CPI nenhum momento citou seu nome. Apenas quando Aquino fez a delação premiada é que surge o nome de Demétrio no escândalo.

9h31 – O vereador Valdir Terrazan (PSDB) começa a falar. Ele mostra uma lista com Roseli Nassin, Aquino, Carlos Henrique Pinto, e outras pessoas que interagiam com a Sanasa. Todos denunciados como crime de formação de quadrilha ou bando. Terrazan pede ao prefeito para que fale da inclusão de seu nome da lista.

9h29 – Ele disse que tinha acesso ao gabinete, ams não tinha acesso às decisões do prefeito cassado, Hélio de Oliveira Santos. Por seis vezes Hélio saiu do País. Segundo ele, Hélio não deixou nenhuma atividade importante para ser assinada, apenas listas com demandas para ser cumpridas

9h27 – Demétrio disse que o prefeito Toninho (assassinado em 2001), o chamou para fazer parte da Central de Abastecimento de Campinas (Ceasa).

9h23 – Demétrio disse que é de família humilde de Corumbá, MS. Veio a Campinas há 44 anos. Foi nesta cidade que constituiu família. Falou de seu envolvimento no Sindicato dos Petroleiros. Lembra que faz parte do protesto contra a privatização de empresas de petróleo.

9h20 – Demétrio inicia seu depoimento dizendo que sempre estará a disposição da Justiça. Ele lembra que quando estava de férias na Espanha, foi considerado foragido, mas continua a disposição da Justiça.

9h18 – Zimbaldi anuncia novas datas para as testemunhas que faltaram à sessão

9h14 – Rafa Zimbaldi inicia a sessão lendo esclarecimentos enviados pelas testemunhas de defesa de Demétrio justificando suas ausências na audiência.

9h08 – O presidente da CP, Rafa Zimbaldi (PP), começa a mediar a sessão.

9h05 – Demétrio acaba de se sentar na sala onde será realizado o depoimento, seu depoimento deve começar em alguns instantes e o prefeito deve ser o primeiro a falar.

8h57 – Demétrio chegou a Câmara, entrou pela porta da frente acompanhado de todo seu secretariado e falou rapidamente com a imprensa. Ele disse que ‘não tem nada a temer, que está confiante’.

8h50 – Demétrio deixou o Palácio dos Jequitibás por volta das 8h40, rumo a Câmara Municipal de Campinas, para prestar depoimento aos integrantes da CP a partir das 9h.

 

Publicado originalmente no rac.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: