Dilma bate popularidade de Alkmin em São Paulo


São Paulo: pela primeira vez, a presidenta Dilma obtém avaliação positiva superior à do governador no Estado de São Paulo, segundo pesquisa

“A aprovação ao governo da presidenta Dilma Rousseff (PT) atinge, pela primeira vez em São Paulo, uma taxa de “ótimo/bom” superior à obtida pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB), segundo pesquisa feita para o Palácio dos Bandeirantes. As informações são do jornal “Folha de S. Paulo”, em sua edição desta segunda-feira.

Segundo a pesquisa, a aprovação da presidenta é de 51%, enquanto a do governador chega a 50%. Enquanto isso, a administração do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), tem percentual de 27% para “ótimo/bom”.

O resultado chama a atenção porque, embora os patamares de ambos sejam semelhantes desde o início do ano, o movimento de Dilma é mais claramente de ascensão.”

=============================================

14/11/2011 –

Folha de S.Paulo – 

Painel

RENATA LO PRETE – painel@uol.com.br

Nos calcanhares

Pesquisa feita para o Palácio dos Bandeirantes mostra o governo de Dilma Rousseff, pela primeira vez, com uma taxa de “ótimo/bom” ligeiramente superior à obtida pela administração de Geraldo Alckmin no Estado de São Paulo. Trata-se de apenas um ponto percentual de diferença: ela registra 51%; ele, 50%. Numa outra abordagem, em que os entrevistados dizem somente se “aprovam” ou “desaprovam” a gestão, o tucano aparece à frente da petista (71% de aprovação contra 67%).

 

O resultado chama a atenção porque, embora os patamares de ambos sejam semelhantes desde o início do ano, o movimento da presidenta é mais claramente de ascensão.

 

Lanterna

 

 

O mesmo levantamento confere à administração de Gilberto Kassab (PSD) na capital paulista um percentual de “ótimo/bom” expressivamente inferior aos de Dilma e Alckmin: 27%. Os que “aprovam” são 39%.

 

Luz amarela

 

 

Tudo somado, os “azuis” concluíram que Lula não será o único cabo eleitoral de peso à disposição de Fernando Haddad em 2012. Tal diagnóstico dá argumento aos que consideram imprescindível a aliança entre Estado e prefeitura, já no primeiro turno, para enfrentar a máquina petista.

 

Ironia

 

 

O quadro projetado pela pesquisa tenderá a estimular, entre tucanos locais, a pregação informal do voto “dilmalckmin” em 2014. Se for candidato à Presidência, Aécio Neves poderá provar em São Paulo do mesmo veneno servido a José Serra em Minas em 2002 e 2010.

 

________________________________________

De:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: