Informativo da nossa Senadora.

 

Decisão favorável aos homossexuais

Foto: Waldemir Barreto (Agência Senado)

A senadora Marta Suplicy (PT-SP) parabenizou, em discurso no Senado, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) por ter autorizado a conversão em casamento da união estável entre duas mulheres do Rio Grande do Sul. Em sua opinião, a decisão representa um avanço considerável na efetivação dos direitos de cidadania. Marta lembrou que, recentemente, o Supremo Tribunal Federal (STF) garantiu à união homoafetiva o mesmo status jurídico aplicável à união estável entre heterossexuais. Ela lamentou, porém, que, em muitos estados, juízes e integrantes do Ministério Público estejam se posicionando contra os pedidos de conversão em casamento.

Mobilidade urbana

A necessidade de investimentos e planejamento para melhoria da mobilidade urbana nas capitais brasileiras, principalmente em São Paulo, foi defendida pela senadora Marta no Senado. A parlamentar lamentou os resultados do “Estudo Mobilize 2011”, realizado pela equipe de jornalistas das entidades Mobilize Brasil e Portal 2014, que classificou a capital paulista com a pior nota do país – dois, numa escala de zero a dez. Para a senadora, esse é um “assunto de extrema importância, que precisa de mais atenção das autoridades”.

Encontro com advogadas em São Paulo

Foto: Elisabete Alves

Marta participou, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil em São Paulo, na Praça da Sé, da programação do Encontro Regional de Presidentas da Comissão da Mulher. O evento reuniu as presidentas das Comissões da Mulher das subseções da OAB da capital paulista e da Grande São Paulo e foi direcionado às advogadas líderes de suas subseções. A senadora integrou a mesa com o tema “Transformações no mundo e o novo papel da mulher”.

Aumento dos casos de Aids

Em pronunciamento no Senado, Marta alertou que o último “Boletim Epidemiológico Aids e DST”, divulgado pelo Ministério da Saúde, mostrou uma preocupante tendência de aumento de casos de Aids em praticamente todo o país. De acordo com o boletim, disse a senadora, de 1980 a 2010 o Brasil teve 592.914 casos registrados de Aids. Ela observou que muitos soropositivos sequer sabem que são portadores do vírus da Aids. A senadora disse que a única região a registrar diminuição de casos entre 2008 e 2009 foi a Sudeste, que passou de 24,9 casos para cada grupo de 100 mil habitantes para 20,1.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: