Informativo da nossa Senadora.

 

Decisão favorável aos homossexuais

Foto: Waldemir Barreto (Agência Senado)

A senadora Marta Suplicy (PT-SP) parabenizou, em discurso no Senado, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) por ter autorizado a conversão em casamento da união estável entre duas mulheres do Rio Grande do Sul. Em sua opinião, a decisão representa um avanço considerável na efetivação dos direitos de cidadania. Marta lembrou que, recentemente, o Supremo Tribunal Federal (STF) garantiu à união homoafetiva o mesmo status jurídico aplicável à união estável entre heterossexuais. Ela lamentou, porém, que, em muitos estados, juízes e integrantes do Ministério Público estejam se posicionando contra os pedidos de conversão em casamento.

Mobilidade urbana

A necessidade de investimentos e planejamento para melhoria da mobilidade urbana nas capitais brasileiras, principalmente em São Paulo, foi defendida pela senadora Marta no Senado. A parlamentar lamentou os resultados do “Estudo Mobilize 2011”, realizado pela equipe de jornalistas das entidades Mobilize Brasil e Portal 2014, que classificou a capital paulista com a pior nota do país – dois, numa escala de zero a dez. Para a senadora, esse é um “assunto de extrema importância, que precisa de mais atenção das autoridades”.

Encontro com advogadas em São Paulo

Foto: Elisabete Alves

Marta participou, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil em São Paulo, na Praça da Sé, da programação do Encontro Regional de Presidentas da Comissão da Mulher. O evento reuniu as presidentas das Comissões da Mulher das subseções da OAB da capital paulista e da Grande São Paulo e foi direcionado às advogadas líderes de suas subseções. A senadora integrou a mesa com o tema “Transformações no mundo e o novo papel da mulher”.

Aumento dos casos de Aids

Em pronunciamento no Senado, Marta alertou que o último “Boletim Epidemiológico Aids e DST”, divulgado pelo Ministério da Saúde, mostrou uma preocupante tendência de aumento de casos de Aids em praticamente todo o país. De acordo com o boletim, disse a senadora, de 1980 a 2010 o Brasil teve 592.914 casos registrados de Aids. Ela observou que muitos soropositivos sequer sabem que são portadores do vírus da Aids. A senadora disse que a única região a registrar diminuição de casos entre 2008 e 2009 foi a Sudeste, que passou de 24,9 casos para cada grupo de 100 mil habitantes para 20,1.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: