Seminário vai discutir enfrentamento ao crack no Estado de São Paulo

Por iniciativa dos deputados Donisete Braga e Enio Tatto, a Assembleia Legislativa de São Paulo, em parceria com a Confederação Nacional dos Municípios – CNM, promove o I Seminário paulista sobre a política de enfrentamento ao crack e outras drogas. O objetivo do encontro, marcado para 5 de abril,  é o de mobilizar e dialogar com os municípios paulistas identificando as principais demandas, dificuldades e proposta de soluções para enfrentar o problema.

Dados do Ministério da Saúde apontam 600 mil usuários da droga no país. Estimativas são de que o consumo do crack leve cerca de 300 mil pessoas à morte nos próximos seis anos.

De acordo com uma pesquisa publicada pela CNM em dezembro de 2010, o consumo do crack se disseminou em mais de 3,8 mil dos 5,5 mil municípios brasileiros, e até o momento a grande maioria não recebeu o apoio necessário.

Os parlamentares se dizem preocupados com essa situação alarmante. Para o encontro, estão convidando representantes dos ministérios da Saúde e Justiça; secretaria Estadual da Saúde, além de promotores de justiça e especialista na área de saúde.

Políticas públicas

O governo federal, já este ano, anunciou a implantação de 49 Centros Regionais de Referência em Crack e outras Drogas. Os Centros – que funcionarão nas universidades – vão capacitar profissionais da saúde e educação que atuam com o tema da dependência química. O governo federal também aumentou o número de leitos do SUS para atender os dependentes da droga.

Já o governo de São Paulo não tem políticas públicas efetivas nessa área. Dos 520 municípios paulistas consultados pela CNM, apenas dois disseram que contam com apoio do governo estadual.

I Seminário de Enfrentamento ao Crack

Data: 5/4/2011

Horário: das 8h30 às 17h

Local: Plenário Paulo Kobayashi – Assembleia Legislativa de SP

Programação:

8h30 – Credenciamento

9h – Abertura Oficial
Deputado Donisete Braga
Deputado Enio Tatto

9h15 – Confederação Nacional de Municípios (CNM) Presidente Paulo Roberto Ziulkoski

9h30 – Associação Paulista de Municípios (APM) Presidente Marcos Monte

9h45 – Dra. Rosangela Elias – Representante da Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo

10h – Dr. Nilson Paschoa e Dr.Wladimir Taborda da Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo

10h15 – Representante do Ministério da Saúde

10h30 – Debate e apresentação de propostas

12h – Intervalo para almoço


Período da tarde sob coordenação do médico Dr. Eurípedes Barsanulfo (assessor de Saúde da Bancada Estadual do PT)

13h30 – Dr. Ronaldo Laranjeira – Coordenador da Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas (UNIAD) da Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP

13h45h – Representante do Ministério da Justiça – SENAD

14h – Promotor Coordenador de Saúde do Ministério Público de SP, Dr. Reynaldo Mapelle Jr.

14h15 – Presidente do Conselho Estadual sobre Drogas, Mauro Gomes Aranha de Lima

14h30 – Promotor Coordenador do Centro Operacional da Infância e Juventude do Ministério Público SP, Dr Lélio Ferraz de Siqueira Neto.

14h45 – Debates e apresentação de propostas

16h – Encaminhamentos das propostas e elaboração de documento final

18h – Encerramento

2 Respostas

  1. […] Dia 5 de abril. Clique aqui para maiores informações […]

  2. ola, eu sou coordenadora de uma campanha de prevençao contra o crack, no municipio de Ourinhos, somos voluntarios. o que deve fazer para receber informaçoes destes seminarios, estamos afim de abraçar a causa por todos os lados.
    espero resposta.
    obrigada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: