Congresso Nacional – Reforma Política. Comissão propõe fim da reeleição e continuidade do voto obrigatório

O voto obrigatório deve ser mantido no Brasil, mas a possibilidade de reeleição de prefeitos, governadores e presidente da República deve acabar. O mandato desses governantes, hoje fixado em quatro anos, será aumentado para cinco anos.

Essas foram propostas aprovadas ontem na comissão formada no Senado para debater uma reforma política. Terça-feira a mesma comissão decidiu propor alterações na suplência de senador e na data da posse dos chefes do Executivo.

Dos 15 integrantes da comissão, só três defenderam o fim da obrigatoriedade do voto. Já as propostas de acabar com a reeleição e de instituir o mandato de cinco anos para prefeito, governador e presidente obtiveram quase a unanimidade dos votos. Apenas o senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) foi favorável à manutenção da reeleição. Para ele, “quanto mais eleição melhor” e, se o eleitor estiver feliz com a administração do governante, deve ter a opção de reconduzi-lo por mais um mandato

do Brasília Confidencial

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: