Brasil bate recorde de crescimento econômico. Enquanto isto… no Noroeste Paulista…

Fachada da residência de Humberto Parini com banners de Analice Fernandes - PSDB Observando o teor do debate travado na cidade de Jales, sede da Macro Noroeste Paulista do Partido dos Trabalhadores, neste ano em que comemoramos 31 anos de aniversário do PT, creio que qualquer militante, eleitor, representante ou dirigente não terá como negar. O Noroeste Paulista está na contra-mão da história petista… pergunto, até quando?

Dia 2 de abril receberemos em nossa Macro os Dirigentes Estaduais do PT para tratarmos, entre outras coisas, de 2012. Esperamos que a Direção Estadual venha para DIRIGIR, pois claramente  aqui, tem faltado direção partidária.

PS – Que fique registrado que esta é parte do debate…a parte pública.

Arnaldo Murilo Silva Pohl


EMPREGOS: JALES TEVE O PIOR RESULTADO DA REGIÃO, EM JANEIRO

O prefeito Humberto Parini disse hoje, em entrevista ao Antena Ligada, que o chamado “fogo amigo” está incomodando mais que a oposição. E é verdade! Antes era o Ministério Público quem o perseguia; agora, segundo ele afirmou ao microfone amigo, são os “companheiros”, como é o meu caso, quem lhe causa problemas. Quem sabe isso sirva de alerta para a oposição, se é que ela existe. Até agora, os ditos opositores assistiram impávidos a tudo o que acontece, como se fossem meros espectadores. Talvez fosse a hora de eles saírem do comodismo em que se encontram, sob pena de, em caso contrário, continuarem sendo meros espectadores, apesar da ruindade do grupo situacionista. Bem, e agora uma notícia alvissareira sobre a criação de empregos em Jales. E uma perguntinha: será que o fantástico desempenho de Jales nesse quesito também é culpa do “fogo amigo”?  Vamos à notícia:

Jales foi a única cidade da região a apresentar resultado negativo na criação de novos empregos, segundo os números de janeiro de 2011, divulgados na semana passada pelo Caged – Cadastro Geral dos Empregados e Desempregados, órgão do Ministério do Trabalho e Emprego.

Segundo os números divulgados, foram fechados 313 empregos em Jales e abertos apenas 290, proporcionando um resultado negativo de 23 vagas de trabalho formal fechadas em janeiro deste ano. No mesmo período, nossa vizinha Fernandópolis criou 151 novos empregos com carteira assinada. Santa Fé do Sul e Votuporanga também apresentaram resultado positivo, com saldo de, respectivamente, 33 e 191 novos empregos. Até a pequena Palmeira D’Oeste superou Jales, com a criação de 17 novas vagas.

Com o resultado de janeiro, o emprego formal em Jales apresenta um crescimento de apenas 2,96% nos últimos doze meses. Nesse mesmo período, nossas vizinhas Fernandópolis (12,45%), Votuporanga (9,75%), Santa Fé do Sul (8,25%) e Palmeira D’Oeste(9,66%) cresceram mais que a média estadual (6,70%) e nacional (7,34%).

O resultado obtido por Jales está na contramão da região, mas segue uma tendência que já vem desde o ano passado, quando nossa cidade foi a única a apresentar saldo negativo em relação a 2009.

CEI DA FALSIDADE IDEOLÓGICA: PREFEITURA DIVULGA NOTA À IMPRENSA

A Prefeitura de Jales distribuiu, na manhã desta sexta-feira, nota à imprensa onde contesta o pedido de abertura da CEI da Falsidade Ideológica. Nem vou perder tempo contestando as mentiras que estão colocadas sobre a vereadora do PT. Mas, vejam vocês o nível de alguns professores universitários. É a segunda vez que o professor Léo Huber – chefe de gabinete do prefeito e, muito provavelmente, o autor das mal-traçadas que reproduzo abaixo – grafa a expressão “caçar o mandato” assim mesmo, com o cê cedilha. Tenho apenas o terceiro colegial, mas, desde o ginasial, aprendi com o saudoso professor José Camargo a diferença entre ”caçar” e “cassar”. Vamos à Nota:

Nota a Imprensa:

CEI DA CERTIDÃO.

Considerando a criação de mais uma CEI na Câmara Municipal de Jales, em consideração aos jalesenses, tomamos a liberdade de reproduzir a conclusão do inquérito policial sobre o assunto de emissão de Certidão Negativa da Prefeitura em benefício de instituição tradicional de Jales. Sobre o assunto o inquérito policial concluiu que não houve “… prática de falsificação de documento público…, nem tampouco certidão ou atestado ideológicamente falsos”. Nesta segunda parte da conclusão o inquérito policial lembra que para tal falsidade ocorrer, seria necessário “… o dolo específico” o que é previsto, ainda segundo o inquérito, pelo Art. 299 do Código Penal.

Sobre a intempestiva mobilização dos vereadores de oposição em propor a criação de Comissão Parlamentar de Inquérito sobre o assunto da Certidão dois anos após a emissão desta, da qual já tinham conhecimento por igual período e, considerando que a data da finalização do inquérito foi no dia 04 de Fevereiro de 2011, tudo sugere que vereadores estavam na “espreita” do resultado do Inquérito Policial. Como este frustrou as expectativas de alguns, imediatamente protocolaram o pedido de criação da CEI.

Leia mais>>>>>>>>aqui >>>>>>>


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: