Em busca da razão científica II. O PT de Jales – SP na contra mão, incompetência?

 

Vamos pensar juntos? (Texto em processo de Construção Coletiva)

Esta reflexão está aberta para correções, observações, críticas e aprimoramentos. Participe usando o instrumento dos comentários disponível no blog

Recomendamos a leitura do texto anterior, disponível AQUI https://murilopohl.wordpress.com/2010/12/10/em-busca-da-razao-cientifica-do-figado-a-cabeca-a-evolucao-do-pt-de-jales-sp/, para facilitar o exercício proposto, de pensarmos juntos.  De qualquer forma, quando finalizamos o texto inicial, dia 10 de dezembro, estávamos diante de conclusões parciais, hipóteses a serem checadas e raciocínio a ser aprofundado. Reproduzo aqui a parte final do texto.

Fazendo o esforço de usar a “massa cinzenta” e não a “bílis” para fazer política e olhando o resumo desta “ópera” somos levados a concluir que: existem três possibilidades. 1) A afirmação é verdadeira. 2) A afirmação é mentirosa. 3) As duas hipóteses anteriores são verdadeiras.

Se é verdadeira a afirmação, então “a companheirada começou a pensar com o fígado em algum momento entre as eleições de 2002 e as eleições de 2006. Como pensar com o fígado é ruim, só pode trazer maus resultados. Os maus resultados apareceram depois de 2002, algo aconteceu entre 2002 e 2006. Algo que continua e fez piorar ainda mais o resultado (para o PT) em 2010.

Se for mentirosa a afirmação, somos obrigados a concluir que a causa dos problemas é outra e que temos a responsabilidade de continuar pensando para descobrirmos a verdade. Decorre também secundariamente a forçosa conclusão de que para buscar compreender a realidade não se deve ouvir quem não diz a verdade.

Se as duas hipóteses anteriores são verdadeiras, então forçoso é concluir que não é com a cabeça que a companheirada tem pensado e que na verdade esta é apenas uma parte da questão. Concluímos, igualmente, também que devemos continuar em busca das verdadeiras respostas e que elas não serão encontradas ouvindo o presidente da Comissão Executiva Municipal ou o “petista da velha guarda que pede anonimato”, pois eles não a dizem.

 

Nesta semana vivemos vários fatos que devem ser considerados em nosso pensar. Selecionamos dois: algumas ponderações de Camaradas nossos quanto ao processo eleitoral de 2006 e o discurso da Vereadora Tatinha PT antes da eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Jales. BAIXE AQUI https://murilopohl.wordpress.com/2010/12/14/eleicao-da-mesa-da-camara-municipal-de-jales-episodio-historico-claudir-aranda-pdt-foi-eleito-presidente/. A matéria e o discurso na íntegra.

O processo eleitoral de 2006 aconteceu em um quadro conjuntural dificílimo para o PT em todo o Brasil, especialmente em São Paulo. As forças conservadoras de oposição conseguiram fabricar clima de denuncias éticas contra o PT e governo Lula. Com apoio de meios de comunicação aliados, a tática que buscou jogar o Governo na vala comum da política tradicional imputando acusações de práticas como compra de apoio do Congresso no caso que ficou conhecido como “mensalão do PT”.  Todas as denuncias foram apuradas. Quando foi o caso, encaminhadas ao Judiciário, onde tramitam ainda hoje sem condenação. Mas o clima foi criado e interferiu nas eleições. Estaria aí a causa da queda da votação de nossos Deputados em Jales?

Com o objetivo de jogar luz sobre esta questão buscamos os resultados dos votos nominais de nossos Deputados no mesmo intervalo de tempos do levantamento feito no nosso município, agora em todo o Estado de São Paulo.

Resumo dos Resultados do PT no Estado de São Paulo, nas eleições proporcionais, Estadual e Federal, votos nominais, nos últimos 12 anos (1998 a 2010).

Estado de São Paulo
 ano Dep.Federal Dep. Estadual
1998 2.061.194 1.615.021
2002 4.119.242 3.554.928
2006 2.967.483 2.858.472
2010 3.204.789 3.749.145

Resumo dos Resultados do PT em Jales nas eleições proporcionais, Estadual e Federal, votos nominais, nos últimos 12 anos (1998 a 2010).

Jales

ano Dep. Federal Dep. Estadual
1998 2.466 3.580
2002 5.286 3.582
2006 3.311 1.829
2010 1.770 1.503

 

  

 Fica mais fácil a comparação se utilizamos recursos gráficos e mantemos a mesma escala: vejamos.

 Entre 1998 e 2002

 

Vejamos primeiro o desempenho das candidaturas a Deputado Federal (em azul). No período compreendido entre as eleições de 1998 e 2002 a melhoria do desempenho dos candidatos do PT foi muito semelhante. A legenda se fortalece em Jales tanto quanto no Estado de São Paulo, comparativamente o fortalecimento em Jales é até um pouco maior que no Estado.

Observando o desempenho das candidaturas a Deputado Estadual (em rosa). No período compreendido entre as eleições de 1998 e 2002 o desempenho dos candidatos do PT em Jales foi muito diferente. A legenda se manteve no mesmo patamar em Jales enquanto em todo o Estado de São Paulo acontece forte crescimento. Outro fator que chama a atenção é a diferença, quando comparamos as curvas dos resultados entre Federais e Estaduais, normalmente semelhantes, com variação parecida, no Estado, enquanto isso, em Jales é grande a disparidade.

Nossa interpretação, por ora, está na candidatura lançada pelo PT de Jales em 1998 e não viabilizada em 2002. Com candidatura própria, local, em 1998 o aumento da votação para Deputado Estadual foi maior que para Federal. Uma das causas está no ponto de partida, 1998, a outra causa está em 2002. Sem contar com uma candidatura local a votação se manteve. Não acompanhou onda de crescimento do PT em todo o Estado, que resultaria numa votação em torno de 4500 votos. Talvez seja necessário incluirmos também no comparativo a eleição anterior. Por ora, fiquemos com esta interpretação. Aguardemos as críticas para avaliarmos.

Entre 2002 e 2010.

Como levantado pelos Camaradas, é fato que em 2006 a votação nominal dos candidatos petistas sofreu uma redução em todo o Estado de São Paulo. Já em 2010, aconteceu forte recuperação. Em  Jales não foi assim. Alem de uma queda na votação maior que a estadual em 2006, esta queda se acentuou em 2010 em Jales. Os números falam por si próprios. O resultado do PT de Jales é completamente diferente, diferente para pior, do desempenho do Partido dos Trabalhadores em todo o Estado de São Paulo. A direção política dada ao partido em Jales claramente tem problemas. Isto se o foco for o PT.  O Partido dos Trabalhadores não está bem em Jales e isto não é reflexo do desempenho do Partido como um todo, no Estado. O PT de Jales segue na contra mão da história e isto tem, pelo menos, seis anos.

Eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Jales.

 

Tratamos esta semana, em parte, das movimentações que culminaram no resultado da eleição da Mesa para 2011. Em parte, porque só tratamos dos aspectos que são públicos até agora. Fatos que já foram divulgados por dirigentes partidários, por titulares de mandato em suas falas públicas ou que de alguma forma foram divulgados pela imprensa. São públicos os resultados eleitorais, os outdoors e banners afixados publicamente e os carros adesivados em circulação com campanhas não petistas.

Quero aqui, neste momento, pedir licença, e afirmar que não concordo com a conclusão da Vereadora Tatinha. Não acredito na incompetência como causa da conjuntura que o Partido dos Trabalhadores vive em Jales. Não acredito que o problema seja que  infelizmente a companheirada se esqueceu que política se faz com a cabeça e não com o fígado…”. Acredito muito menos ainda que a causa seja a oposição, a luta interna ou que as causas sejam externas. É pior, muito pior, faz lembrar o Barão de Itararé.

O PT de Jales foi colocado na contra mão e está sendo mantido na contra mão. A questão é política, é de princípios, ela tem começo, meio, fim, e alguns endereços. É disto que precisamos começar a tratar, internamente inclusive, também. Vamos fazer isto?  O PT é o Partido dos Trabalhadores e Partido é dos Trabalhadores. Viva o PT !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: