Inclusão Digital – O papel comunitário da Lan house

Por: Deputado Paulo Teixeira

A reportagem abaixo, do pessoal do Conexão Cultura, reafirma o que defendemos há algum tempo: que as lan houses, verdadeiras promotoras de atividades culturais, têm um papel social a cumprir. Não tenho dúvidas de que elas são capazes de formar cidadãos, oferecendo a eles oportunidades que jamais tiveram.

 Veja só:

 Lan house é um lugar aonde vamos para acessar a internet, certo? Mas será que existem outras possibilidades de uso desse espaço? Uma lan, por exemplo, poderia ter um papel social  dentro de uma comunidade? A resposta é sim. E a equipe do Conexão Cultura foi até o bairro de São Matheus, no extremo leste de São Paulo, para conhecer a Lan do Fran: uma lan house que explora seu papel social e se destaca na comunidade promovendo atividades culturais para crianças e um mutirão da cidadania para os moradores da região.

Nossa equipe saiu da Fundação Padre Anchieta, na Água Branca, zona oeste, às 13 horas do dia 23 de junho em direção ao número 142 da rua Peramirim, na Vila Bela, zona leste. Depois de uma hora, chegamos ao local. Lá funciona a Lan do Fran.


“Sempre quis ter uma escola de informática”, disse José Francisco Dias, 30 anos, dono da lan. “Então, montei aqui há três anos e comecei a dar aula. Depois, veio a ideia do cinema para as crianças, do Dia da Ação Social para os moradores, e hoje a gente faz várias atividades”.

 Parceria com a Associação de Moradores

A Lan do Fran tem estrutura simples: um salão com porta de aço; cinco computadores para os usuários e um servidor. O movimento é pequeno, diz Francisco, que não sabe precisar quantas pessoas atende por dia, mas já contabiliza 769 cadastros no banco de dados.

Aos sábados, o espaço deixa de atender os clientes para promover exibição de filmes para as crianças da comunidade, gratuitamente.

    Aos sábados, a lan exibe filmes para as crianças do bairro (imagem de arquivo) Aos sábados, a lan exibe filmes para as crianças do bairro (imagem de arquivo)Por iniciativa própria, a Lan do Fran promove o Dia da Ação Social, uma vez por mês. Em parceria com a Associação dos Moradores de Vila Bela (AMVB), a lan organiza um mutirão de cidadania para preencher e enviar currículos via e-mail, tirar segunda via de contas, atestados, e uma série de outros serviços via web, tudo gratuitamente.

É o que atesta a moradora e usuária da lan Patrícia Ferreira Oliveira, 40 anos, que ajuda a divulgar as ações promovidas no bairro. “Para mim o Fran, aqui da lan house, o pessoal da Associação e o pessoal da Igreja estão de parabéns! Tudo isso aqui é feito com união, todo mundo se ajuda e no fim tudo dá certo”, disse.

No dia de nossa visita conseguimos conversar com algumas lideranças. Estiveram presentes na Lan do Fran as professoras do EJA (Educação para Jovens e Adultos) Marluce Martins, 31 anos, e Karoline Barbeiro, 25 anos; a moradora Verônica Calixto, 40 anos, sua filha Ayhra de Lima, 18 anos, e sua irmã Vera Lúcia da Silva, 42 anos, que, apesar de não morar em Vila Bela, faz questão de atuar vivamente pela região. “Sou de Natal, no Rio Grande do Norte: o nordestino, justamente por passar dificuldade, sabe como é importante ajudar o próximo. Por isso, sou participava mesmo, estou em todas!”, nos contou, entusiasmada e bem-humorada. Todas atuam na comunidade dando aulas ou participando de ações de apoio às famílias.

    As voluntárias Vera Lúcia e Verônica auxiliam os moradores no “Dia da Ação Social” As voluntárias Vera Lúcia e Verônica auxiliam os moradores no “Dia da Ação Social” 

Segundo Edilene Teresa da Silva, 40 anos, presidente da AMVB, são as próprias famílias que se ajudam. “Um traz a pipoca, outro traz o guaraná, e a gente faz o cinema para as crianças. No Dia da Ação Social, um traz a folha de sulfite, outro ajuda na triagem, no cadastro, e assim todo mundo se ajuda”. Segundo Lena, como é conhecida, a lan é um canal de comunicação com o mundo. “A lan funciona como um Poupa Tempo para nós: se não der para resolver pela internet, a gente pesquisa o lugar em que dá para resolver, o horário, que documento tem que levar, e assim a gente vai lutando para melhorar as condições aqui do bairro”.

 

O próximo Dia da Ação Social deve ocorrer no dia 17 de julho, sábado. E a equipe do Conexão Cultura estará lá para acompanhar mais essa ação de cidadania. Fique de olho no blog do Deputado Paulo Teixeira!

http://www.pauloteixeira13.com.br/?p=6295

2 Respostas

  1. qual o telefone desta lan gostaria de poder ajudar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: