EFEITO EVENTO PRÓ-DILMA PSDB e PV sinalizam com ‘caça às bruxas’ aos ‘infiéis

 

EFEITO EVENTO PRÓ-DILMA PSDB e PV sinalizam com ‘caça às bruxas’ aos ‘infiéis’ Partidos que apoiam José Serra querem nomes de quem esteve em evento petista

RAQUEL LIMA – CAMPINAS

Arquivo

TodoDia Imagem

Evento pró-candidatura de Dilma Rousseff, anteontem, atraiu membros de partidos adversários: polêmica estabelecida O PSDB e o PV vão apurar a participação de prefeitos da legenda no evento realizado anteontem, em Campinas, em favor da candidata do PT à presidência da República, Dilma Rousseff.

Os dois partidos têm candidatos próprios. Segundo a organização do movimento, 117 chefes de Executivos participaram do encontro, sendo o maior bloco dos tucanos, com 25 representantes. Oito prefeitos do PV também teriam ido ao evento.

A direção estadual do PV de São Paulo comunicou, em nota oficial, que já determinou abertura de processo na Comissão de Ética para averiguar a veracidade das informações. “Constatada infidelidade partidária, serão aplicadas as sanções previstas no Estatuto do Partido Verde, como suspensão da filiação partidária ou mesmo expulsão da legenda”, informou a nota oficial. “Sou favorável que o partido tome providências e chame esses prefeitos para se explicarem”, declarou Luciano Zica (PV), candidato a deputado federal.

 No PSDB, a divulgação de que o bloco tucano teria sido destaque no evento pró-Dilma causou incômodo na direção estadual. Segundo apurou a reportagem, diversos prefeitos foram questionados ontem por lideranças da campanha de José Serra, que disputa a presidência pelo partido, e Geraldo Alckmin, que concorrerá ao governo do Estado, sobre a suposta presença no movimento em Campinas. Oficialmente, no entanto, o PSDB questiona a credibilidade dos dados divulgados pela organização do evento. “É um absurdo, uma irresponsabilidade dar esse tipo de informação sem divulgar os nomes”, afirmou César Gontijo, secretário-geral do PSDB. Gontijo, porém, não descarta a possibilidade de algum prefeito tucano ter participado do encontro. “Se alguém foi, creio que estava desavisado”, disse. “Pode ter sido uma armadilha da campanha de Dilma que anunciou o evento em nome do governo federal”, argumentou o secretário-geral da legenda.

O coordenador de Comunicação da Prefeitura de Campinas e mestre de cerimônia do evento, Francisco de Lagos, informou que não vai divulgar a lista dos prefeitos presentes. “Não vou colocar o pato na boca do jacaré”, disse. “Essa é uma questão estratégica para preservar as pessoas”, completou.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: